Política

“Falta dinheiro para o SUS”, afirma Antônio Brito

Imagem “Falta dinheiro para o SUS”, afirma Antônio Brito

Deputado Federal revela caos na saúde da Bahia

Publicado em 22/01/2013, às 07h52        Redação Bocão News

“Falta dinheiro para o Sistema Único de Saúde (SUS). Faltam recursos e mais investimentos para o SUS”, as palavras partem do deputado federal Antonio Brito (PTB), presidente da Confederação Internacional das Misericórdias (CIM), que revelou a radiografia da saúde na Bahia e o prognóstico não é nada bom.

Segundo Brito, o caos segue instalado nas pequenas, médias e grandes unidades de saúde da Bahia, principalmente em Salvador, onde hospitais tradicionais enfrentam situação delicada. “O Hospital Espanhol, por exemplo, segue com dificuldades. Os médicos estão sem receber desde mês de novembro e a folha de dezembro dos funcionários também já venceu”, destaca o parlamentar.

Ainda segundo Brito, todos os hospitais filantrópicos de Salvador enfrentam dificuldades para conseguir manter os serviços. “Sobretudo os três maiores: Martagão Gesteira, Irmã Dulce e Aristides Maltez”, garante o presidente da CIM.

“Estamos lutando para conseguir que 10% do Produto Interno Bruto (PIB) sejam destinados para a saúde. Se continuar da forma que está sendo colocado e tratado o problema, vai permanecer como está. O cálculo é simples: falta dinheiro”, afirmou em entrevista na manhã desta terça-feira (22), ao apresentador do programa Balanço Geral, Raimundo Varela.

Brito ainda revela que Salvador atravessa uma das piores fases na área da saúde e a solução deve partir do governo federal. “Levantamento feito pela Associação das Santas Casas chegou ao número de 35 milhões de reais. E a situação se tem se agravado. Volta a frisar que falta recursos, falta dinheiro e a forma de gestão tem que mudar”.

Classificação Indicativa: Livre