Política

Após prefeito do PP falar em 'chantagem' do governo, Cacá sai em defesa: 'política rasteira'

Cacá e Ricardo - Divulgação

Ricardo Mascarenhas acusa governo Rui Costa (PT) de atrasar propositalmente as obras do Hospital Regional de Itaberaba

Publicado em 13/05/2022, às 19h41    Cacá e Ricardo - Divulgação    Redação

Pré-candidato ao Senado pela chapa encabeçada por ACM Neto (União Brasil), o deputado federal Cacá Leão (PP-BA) saiu em defesa do prefeito de Itaberaba, Ricardo Mascarenhas (PP), após o gestor municipal acusar o governo do estado de fazer "chantagem" ao segurar as obras do Hospital Regional.

A declaração foi feita por Mascarenhas em entrevista a duas rádios locais, na quinta-feira (13), em resposta a declarações da secretário estadual da Saúde, Adélia Pinheiro, que colocou na prefeitura a culpa pelo atraso na inauguração da unidade de saúde.

Leia também: Chapa de Jerônimo Rodrigues prepara 6 edições de PGP para Salvador; veja mais

“Na época da inauguração, antes do conflito entre o PP e o PT, havia uma força-tarefa para inaugurar o hospital. Depois disso, a gente viu o ritmo diminuir”, declarou o prefeito.

Cacá Leão destacou que parte dos investimentos para a construção do hospital, R$ 8 milhões, são fruto de emendas do seu mandato. O parlamentar classificou como "política rasteira" as supostas chantagens da gestão estadual.

“Ricardo Mascarenhas tem minha solidariedade e apoio. O que estão tentando fazer com ele é política rasteira. Sou testemunha do trabalho e do esforço dele para inaugurar o Hospital Regional de Itaberaba, pois as necessidades do povo da região estão acima de qualquer interesse político”, afirmou o pepista.

Siga o BNews no Google Notícias e receba as principais notícias do dia em primeira mão!

Classificação Indicativa: Livre