Política

Cacá Leão rejeita associação ao bolsonarismo: 'sou deputado independente'

Matheus Lemos

Filho do vice-governador João Leão, Cacá foi anunciado como pré-candidato a senador no lugar do pai

Publicado em 05/05/2022, às 16h26    Matheus Lemos    Redação

Pré-candidato a senador da Bahia, o deputado federal Cacá Leão (PP-BA) nega associação ao bolsonarismo. O parlamentar exerceu a liderança do PP na Câmara durante o mandato de Jair Bolsonaro (PL) e tem relação próxima com Arthur Lira (PP-AL), presidente da Casa, aliado do chefe do Planalto.

A declaração foi feita pelo pepista durante entrevista à rádio Metrópole na manhã desta quinta-feira (5). Cacá afirma não ser "bolsonarista, nem petista".

"Vivi três governos, todas as minhas votações são a favor do Brasil. Você não vai ver na minha trajetória posicionamento meu sobre presidente ou governador que eu não concorde. Não sou bolsonarista, não sou petista, sou Cacá Leão, deputado independente e serei um senador independente”, declarou.

Se em Brasília, Cacá tem diálogo próximo com interlocutores do Palácio do Planalto, no estado, o seu partido deixou a base do governador Rui Costa (PT) e migrou para o grupo do pré-candidato ACM Neto (União Brasil).

Na terça-feira (3), o deputado federal foi anunciado com pré-candidato ao Senado na chapa do ex-prefeito de Salvador em substiuição a seu pai, o vice-governador João Leão (PP).

Classificação Indicativa: Livre