Política

CBF monta ‘estúdio do VAR’ em sessão da CPI das Manipulação de Jogos e Apostas Esportivas

Adam Pretty - FIFA
Seneme montou uma espécie de ‘estúdio do VAR’ com 7 monitores simulando o espaço do Video Assistant Referee  |   Bnews - Divulgação Adam Pretty - FIFA

Publicado em 09/06/2024, às 17h12 - Atualizado às 17h13   Rebeca Silva



O presidente da Comissão de Arbitragem da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Wilson Seneme, compareceu à Comissão Parlamentar de Inquérito das Manipulações de Jogos e Apostas Esportivas no Senado.  

Inscreva-se no canal do BNews no WhatsApp!

Seneme montou uma espécie de ‘estúdio do VAR’ com 7 monitores simulando o espaço do Video Assistant Referee. O objetivo da montagem do equipamento no espaço foi esclarecer como funciona o VAR na prática, indo além das informações que ocorrem nos jogos. 

CBF

Seneme rebateu as acusações feitas por John Textor, acionista do Botafogo que, segundo ele, não merecem credibilidade. O empresário apontou supostas manipulações nos jogos do Campeonato Brasileiro.

“Dou a ele 0% de possibilidade. Com a experiência que tenho, não vi e não identifiquei nenhuma ação que possa dar a mínima referência e transformá-la em algum tipo de manipulação de resultado. Erros de arbitragem ocorrem. Mas transformar um erro de arbitragem em denúncia por manipulação de resultado, na minha visão, é uma ação irresponsável”, disse Seneme.

Classificação Indicativa: Livre

FacebookTwitterWhatsApp