Política

Conselho de Ética da Alesp aprova cassação de Arthur do Val

Michel Jesus / Agência Câmara

Caso irá a plenário da Assembleia Legislativa de São Paulo

Publicado em 12/04/2022, às 17h27 - Atualizado às 17h43    Michel Jesus / Agência Câmara    Redação BNews

O Conselho de Ética e Decoro Parlamentar da Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp) decidiu, por unanimidade, nesta terça-feira (12), pela cassação do mandato do deputado estadual Arthur do Val (União Brasil). Os nove membros do conselho acataram o parecer do relator Delegado Olim (PP). 

O processo contra o deputado foi aberto após áudios com declarações machistas sobre refugiadas ucranianas terem vazado no início de março, durante uma viagem para suposta ajuda humanitária ao país, que está em guerra com a Rússia.

Leia também:

"Eu errei, ponto final. Quero pedir desculpas principalmente às mulheres ucranianas que estão aqui. Agora, vamos ser sinceros. Todo mundo sabe que esse processo de cassação não é pelo que eu disse, mas por quem disse. A verdade é que todos aqui me odeiam. Esse processo não é pelos meus defeitos, mas por minhas virtudes. Vocês vão cortar minha cabeça, mas vão nascer outras no lugar", disse Arthur do Val.

O parlamentar havia convocado a militância do MBL para defendê-lo em frente à Alesp nesta tarde, alegando que seria "cassado, mas que cairia atirando". 

Agora, o processo contra Arthur do Val seguirá para votação no Plenário da Alesp em forma de projeto de lei. A perda do mandato, no entnato, só ocorrerá, de fato, se a maioria dos 94 deputados estaduais votarem a favor do projeto.

Siga o BNews no Google Notícias e receba as principais notícias do dia em primeira mão.

Classificação Indicativa: Livre