Política

Depois de passar por cima de decreto de Rui, prefeito do interior manda recado: 'covarde'

Montagem BNews

Decreto do governo limita quantidade de pessoas em eventos públicos e privados

Publicado em 14/01/2022, às 11h38    Montagem BNews    Redação BNews

Mesmo com o governador reprovando eventos públicos e privados que promovam aglomerações, a prefeitura de São Gonçalo dos Campos realizou a tradicional festa do padroeiro nesta quinta-feira (13). Nas redes sociais, o prefeito da cidade criticou o gestor estadual por não dar apoio à festividade.

“Rui mandou a PM suspender os festejos do nosso padroeiro. Alguém aí pode me explicar? Até porque, há 2 dias, me reuni com 3 coronéis e fizemos um acordo. Um deles deu até entrevista explicando. A minha parte, eu cumpri. Que explique o covarde que vocês chamam de ‘governador’”, escreveu Tarcísio Pedreira, do Solidariedade.

No perfil da prefeitura no Instagram, uma sequência de stories mostra parte da festa que será encerrada no domingo (16). Nas imagens é possível ver centenas de pessoas juntas curtindo ao som de uma banda. Ao redor delas, agentes da Guarda Municipal e do Corpo de Bombeiros.

O governador anunciou nesta segunda-feira (10) novas restrições para eventos privados e públicos no Estado, uma delas é a presença de até 3 mil pessoas em eventos. O petista afirmou que a decisão foi baseada no aumento de casos do coronavírus.

Em outra ocasião, desafiando mais uma vez os decretos estaduais, o prefeito de São Gonçalo tentou evitar uma ação da Polícia Militar para impedir a realização de um evento de São João na cidade. Tarcísio convocou os moradores para formar uma espécie de 'cordão humano' e chegou a sentar na pista para evitar que o evento fosse encerrado. Ele foi preso por desacato.

Siga o BNews no Google Notícias e receba as principais notícias do dia em primeira mão

Classificação Indicativa: Livre