Política

Deputado rebate fala do governador sobre educação: “quer mascarar a paralisação dos professores estaduais”

Arquivo BNews

Rui criticou desempenho da educação em cidades administradas pela oposição

Publicado em 26/04/2022, às 19h35    Arquivo BNews    Redação BNews

O deputado estadual Tiago Correia (PSDB) rebateu declarações do governador da Bahia, Rui Costa (PT), sobre a educação de Salvador, Feira de Santana e Vitória da Conquista, nesta terça-feira (26), e disse que o chefe do Executivo baiano quer "mascarar a paralisação dos professores estaduais", que será realizada na próxima quinta (28).

"Parece até brincadeira o governador criticar educação. O governador poderia, inclusive, aprender com ACM Neto, que transformou a educação em Salvador em oito anos. Quando ele chegou na prefeitura, encontrou escolas abandonadas, malcuidadas, algumas literalmente caindo aos pedaços, mais de 40 delas eram em pré-moldado, com todas as consequências físicas para alunos e professores, e hoje nós temos escolas novas em Salvador, escolas no mais elevado padrão de qualidade”, disse Tiago.

Leia mais:

Para o parlamentar, o governador precisa conversar com os professores das universidades estaduais da Bahia, que vão paralisar as atividades por falta de diálogo com o governo do Estado. Em nota, a Associação dos Docentes da Universidade do Estado da Bahia (Aduneb) disse que "a realidade dos (as) docentes é que hoje é que, mesmo após sete anos de congelamento salarial, o reajuste aprovado não repõe a inflação do período". 

"Além disso, o governador não retomou a mesa de negociação permanente que faz parte do acordo que finalizou a greve em 2019, mesmo após várias tentativas do movimento docente. A indignação da categoria só cresce diante do cenário de carestia, arrocho salarial e desrespeito ao Estatuto do Magistério Superior. Por isso, na próxima quarta-feira (27) educadores (as) das universidades estaduais estarão em luta por respeito e valorização!", diz a nota.

Veja mais:

Tiago Correia aproveitou para cutucar o pré-candidato ao governo da Bahia pelo PT, Jerônimo Rodrigues, que foi secretário de Educação estadual por três anos. "Quer governar a Bahia, mas provoca uma paralisação dos professores estaduais. O que ele faria com o Estado? É a gestão do candidato do PT. A educação da Bahia é a pior do Brasil. Assim como o governador, Jerônimo também poderia aprender com ACM Neto, que colocou Salvador com a maior expansão de vagas para educação infantil entre todas as cidades do Brasil", pontuou o deputado.

Siga o BNews no Google Notícias e receba as principais notícias do dia em primeira mão

Classificação Indicativa: Livre