Política

Dólar sofre novas alterações após falas de Lula e Haddad sobre contas públicas; veja os números

Julia Prado/MS | ABR
O dólar registrou uma queda de 1,72% e voltou aos R$ 5,568  |   Bnews - Divulgação Julia Prado/MS | ABR

Publicado em 04/07/2024, às 10h51   Rebeca Silva



Após o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e o ministro da Fazenda, Fernando Haddad, falarem sobre as contas públicas do país, o dólar registrou uma queda de 1,72% e voltou aos R$ 5,568 na última quarta-feira (3).

Inscreva-se no canal do BNews no WhatsApp

O presidente disse que gasta quando é necessário e que não joga dinheiro fora.

"Aqui, nesse governo, aplicamos o dinheiro necessário, gasto com educação e saúde quando é necessário, mas não jogamos dinheiro fora. Responsabilidade fiscal não é apenas uma palavra, é um compromisso deste governo desde 2003, e manteremos isso à risca", disse Lula, em discurso no lançamento do Plano Safra Agricultura Familiar, no Palácio do Planalto.

Pela manhã, Lula se reuniu com Haddad. No período da tarde, ele encontrou  ministros da economia para debater ações de corte de gastos.

Ao sair para a reunião no Palácio do Planalto, Haddad atribuiu a forte queda do dólar à melhoria da comunicação do governo.

“Eu já tenho falado disso. Uma comunicação bem-feita melhora tudo”, afirmou o ministro.

Classificação Indicativa: Livre

FacebookTwitterWhatsApp