Política

Jaques Wagner defende aliança entre Geraldo Alckmin e Lula para Presidência

Divulgação

Senador tem feito “campanha” a favor da possível chapa

Publicado em 29/11/2021, às 15h02    Divulgação    Redação BNews

O senador Jaques Wagner (PT) tem feito "campanha" nos bastidores a favor de uma aliança entre o ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin (PSDB) e o ex-presidente Lula (PT) para formarem uma chapa na disputa pela Presidência em 2022.

De acordo com a coluna Radar, da revista Veja, o ex-governador da Bahia tem dito aos colegas senadores que a aliança "definirá a eleição".

Segundo o jornal O Globo, em reunião na manhã de hoje (29), Alckmin, que está de saída do PSDB, ouviu um apelo de dirigentes de centrais sindicais para que aceite ser vice na chapa encabeçada por Lula (PT).

Em resposta, Alckmin teria dito ter se preparado novamente para concorrer ao governo do estado, mas afirmou que "surgiu a hipótese federal". Essa hipótese exigirá trabalho, mas, segundo o ex-governador, "caminha".

Reconcilição entre Lula e Alckmin

Na semana passada, pelo Twitter, Lula afirmou que ainda não decidiu quem será o seu vice, mas que tem "extraordinária relação de respeito" com Geraldo Alckmin, em meio à especulação de uma possível aliança entre o ex-governador de São Paulo e o petista.

"Fui presidente enquanto ele era governador. Não há nada que aconteceu entre nós que não possa ser reconciliado.  disputei as eleições de 2006 com o Alckmin, mas tenho profundo respeito por ele. Mas eu não tô discutindo vice ainda porque não discuti a minha candidatura. Quando eu decidir, aí sim eu vou sair a campo pra procurar alguém pra ser vice", disse Lula.

Acompanhe o BNews também nas redes sociais, através do Instagram, do Facebook e do Twitter

Classificação Indicativa: Livre