Política

Leo Prates ataca Wagner ao defender Ciro: 'Mostra um viés autoritário'

Joilson César / BNews

Prates ainda cutucou o senador após decisões governistas causarem mal estar na base

Publicado em 08/03/2022, às 09h28    Joilson César / BNews    Vinicius Dias e João Brandão

O secretário de Saúde de Salvador, Leo Prates, atacou Jaques Wagner (PT) ao defender o pré-candidato a presidente pelo PDT, Ciro Gomes, de críticas feitas pelo senador, nesta segunda-feira (7), na Rádio Metrópole. Na ocasião, Wagner alegou que o pedetista está atirando no lugar errado e por isso está relegado a não crescer mais em intenções de voto. Wagner afirmou que Ciro atira muito em Lula e, para essa função, Bolsonaro é alguém muito mais gabaritado.

"Ciro tem projeto de transformação para o Brasil. Na minha visão, com todo respeito ao senador Wagner, mas ele tem um caráter autoritário, quer falar onde Ciro pode criticar ou não pode criticar. Eu não vou dizer onde Wagner vai fazer suas colocações", disse, ao BNews.

Prates aproveitou para cutucar o petista devido às últimas decisões do grupo governista. Primeiro foi a desistência de Wagner em ser candidato ao governo da Bahia, depois a tentativa de lançar Otto Alencar (PSD) como postulante ao Palácio de Ondina e por último a decisão do PT em lançar Moema Gramacho (prefeita de Lauro de Freitas), Luiz Caetano (secretário de Relações Institucionais) ou Jerônimo Rodrigues (secretário de Educação) como cabeça de chapa. As decisões causaram um mal estar na base aliada.

"Isso mostra um viés autoritário na forma de condução. Não comento sobre time adversário, mas isso está fazendo com que aja um esfacelamento da base do governo do estado", pontuou.

Siga o BNews no Google Notícias e receba os principais destaques do dia em primeira mão

Classificação Indicativa: Livre