Política

Oposição já tem número suficiente de assinaturas e protocola criação da CPI nesta tarde

Ana Carolina Galvão

A criação da CPI dos Respiradores acontece após operação da PF

Publicado em 26/04/2022, às 11h19 - Atualizado às 12h00    Ana Carolina Galvão    Victor Pinto

O pedido de criação da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) dos Respiradores será protocolado nesta terça-feira (26), às 14h30, na sala da Presidência da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), pelo grupo de oposição na Casa. O documento será entregue ao presidente Adolfo Menezes (PSD), após ser deflagrada uma operação da Polícia Federal, batizada de Cianose, contra supostos desvios de dinheiro público na compra de 300 respiradores pelo Consórcio Nordeste, conforme apurado pelo BNews. Hoje a Minoria conta com 28 nomes.

Dos 14 mandados de busca e apreensão, o ex-secretário da Casa Civil do Governo Rui Costa Bruno Dauster e o empresário Cleber Isaac Ferraz Soares, que intermediou a transação entre a Hempcare e Biogeoenergy. Não há mandados contra governadores na operação. A investigação mira um contrato, que pagou de forma antecipada R$ 49 milhões para Hempcare Pharma Representações Ltda., na compra de respiradores nunca entregues.

Leia mais: 'Não tem ninguém mais ansioso para que essa apuração seja finalizada', diz Rui sobre operação da PF

Ainda segundo a PF, os investigados podem responder pelos crimes de estelionato em detrimento de entidade pública, dispensa de licitação sem observância das formalidades legais e lavagem de dinheiro.

Classificação Indicativa: Livre