Política

Verde Limpo: asseguro que não há nada de janeiro para cá, defende-se Pinheiro

[Verde Limpo: asseguro que não há nada de janeiro para cá, defende-se Pinheiro]
25 de Novembro de 2015 às 09:14 Por: Redação Bocão News (twitter: @bocaonews)


Silvio Pinheiro assumiu Sucom em janeiro deste ano, após desmembramento da Semut

O secretário municipal de Urbanismo, Silvio Pinheiro, afirmou na manhã desta quarta-feira (25) que a prefeitura de Salvador acompanha os desdobramentos da “Operação Verde Limpo” que investiga fraudes em processos de licenciamentos ambientais e de autuações ilegais na extinta Secretaria Municipal de Urbanismo e Transporte (Semut) – hoje incorporada pela Secretaria de Urbanismo de Salvador (Sucom).

Em entrevista à Metropole, o chefe da pasta não soube informar o período em que as possíveis irregularidades foram cometidas pela extinta Diretoria Geral de Licenciamento e Fiscalização Ambiental (DGA), órgão vinculado na época à Semut.

O chefe do departamento é o atual coordenador de Licenciamento Ambiental Emanuel Silveira Mendonça. “Posso assegurar que, desde janeiro de 2015, como houve a mudança de rotinas nos processos na Sucom, não há nenhum processo recente”, disse Pinheiro. Conforme publicações no Diário Oficial do Município (DOM), Emanuel Mendonça despachou licenças ambientais até o final de dezembro de 2014. Ainda conforme Silvio Pinheiro, a determinação do prefeito ACM Neto (DEM) foi afastar os acusados até que os fatos sejam apurados. “O prefeito me ligou cedo e disse que tudo que for necessário para esclarecimentos dos fatos deve ser apresentados”, disse. 

Quatro pessoas já teriam sido presas desde o início da manhã dessa quarta-feira (25) na Operação Verde Limpo, ação desencadeada pelo Ministério Público Estadual e Polícia Civil. No total, são cinco mandados de prisão expedidos pela Justiça, quatro mandados de condução coercitiva e quatro de busca e apreensão. Os nomes ainda não foram divulgados pelo MP.

 

Notícias relacionadas:

Operação Verde Limpo desarticula esquema de fraude em Salvador

Operação Verde Limpo: quatro pessoas são presas por fraude em licença ambiental

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar