Política

Políticos de Itapetinga têm rivalidade com o PT, avalia especialista

Yuri Abreu

De acordo com o jornalista Davi Ferraz, do site Sudoeste Hoje, as lideranças petistas não têm ajudado Itapetinga

Publicado em 02/08/2022, às 00h07    Yuri Abreu    Yuri Abreu e Letícia Rastelly

A justificava para o MDB de Itapetinga ir na contramão do partido a nível estadual e não apoiar a pré-candidatura do ex-secretário de Educação Jerônimo Rodrigues ao governo do Estado, seria uma rivalidade antiga dos políticos da região com o PT. De acordo com o jornalista Davi Ferraz, do site Sudoeste Hoje, as lideranças petistas não têm ajudado o município.

“O Governo do Estado tem até, de certo ponto, discriminado Itapetinga, pelo prefeito não ser do grupo do Governador. Um exemplo é a Políclinica, que foi vetada daqui (...) Essa ida de Lucio e Geddel para o PT nos colocou numa situação difícil”, contou Davi, sobre o apoio do MDB no município ao ex-prefeito de Salvador, ACM Neto.

Ainda falando sobre o cenário de Itapetinga, o jornalista acredita que há uma chance do petista não se destacar. “Até arrisco a dizer que o candidato do PT, Jerônimo, deve ficar em terceiro lugar, porque João Roa tem um eleitorado muito grande aqui”, explicou Davi, fazendo referência ao setor agropecuário.

Porém, o jornalista reconhece que no Estado, apesar do candidato petista não ter empolgado, há um público que irá votar em Jerônimo, mas ressalta que há um desgaste no atual Governo, que, segundo ele, é natural a quem está no poder há muito tempo e isso já aconteceu com o ‘Carlismo”, por exemplo.

Pensando a nível nacional, Davi pontua que as pesquisas têm apresentado resultados muito distintos. Para o jornalista se trata de uma disputa acirrada e que vai depender muito da condição de Lula e Bolsonaro, para saber quem irá levar a eleição no segundo turno.

*O repórter viajou para Itapetinga para cobertura do panorama eleitoral de 2022

Siga o TikTok do BNews e fique por dentro das novidades.

Classificação Indicativa: Livre