Política

Sergio Moro acusa PT de criar cenário de "perseguição e vingança"; entenda

Agência Brasil
O partido move uma ação contra o senador por abuso de poder econômico nas eleições de 2020  |   Bnews - Divulgação Agência Brasil
Daniel Serrano

por Daniel Serrano

[email protected]

Publicado em 16/02/2024, às 12h42



O senador Sergio Moro (UB) criticou o processo movido pelo PT que tramita no Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR) e que pode levar a sua cassação. O partido alega que o parlamentar cometeu abuso de poder econômico nas eleições de 2022.

Inscreva-se no canal do BNews no WhatsApp

Em entrevista a Veja, Moro disse que espera o julgamento "com seriedade" e que "as afirmações que são feitas lá [no processo] não são procedentes" e que não passa de "uma narrativa e fantasia" para deslegitimar os votos que recebe.

"O que incomoda é esse cenário que muitas vezes acaba sendo construído pelo PT e pelo presidente Lula de uma perseguição, de uma vingança. Mas nós aguardamos com serenidade o julgamento da Justiça", disse Moro.

Além do PT, o PL, partido do ex-presidente Jair Bolsonaro, também move um processo contra o senador por abuso do poder econômico. Os partidos alegam que, em 2020, Moro teria feito campanha antecipada a favor da sua pré-candidatura à presidência pelo Podemos, antes de migrar para o União Brasil e ser eleito ao Senado.

Classificação Indicativa: Livre

FacebookTwitterWhatsApp