Salvador

Secretário de Cultura critica fechamento do Cine Glauber Rocha e diz que Itaú não procurou a prefeitura: "foi precipitado"

BNews

A empresa afirmou que "está reorganizando sua estratégia de difusão audiovisual no país

Publicado em 16/09/2021, às 13h15    BNews    Redação BNews

O secretário de Cultura e Turismo de Salvador, Fábio Mota, lamentou o fechamento do Espaço Itaú de Cinema - Glauber Rocha, localizado na Praça Castro Alves. O anúncio foi feito pelo Banco Itaú na manhã desta quinta-feira (16). A empresa afirmou que "está reorganizando sua estratégia de difusão audiovisual no país" e terá uma nova diretriz com foco em atuação por plataforma digital. 

Mota criticou a decisão do banco e classificou o fechamento como "precipitante", sobretudo no atual momento da retomada das atividades culturais na cidade.

"Recebi com muita tristeza esse anúncio, principalmente nesse momento de retomada das atividades. Acho que foi precipitação do Itaú que é uma instituição que lucra tanto e ganha muito dinheiro e fechar assim de repente", opinou. 

O secretário acrescentou ainda que o Itaú não procurou a prefeitura e que ficou sabendo do fechamento através da imprensa. "Não recebemos sequer um ofício do banco sobre o fechamento. Soube pela imprensa", afirmou.

Após ficarem fechados em razão da pandemia, os cinemas de Salvador foram autorizados pela prefeitura a reabrir as portas em maio desse ano seguindo protocolos sanitários.

Segundo nota, desde 2019 o espaço funcionava com ocupação inferior a 20%. Assim como o de Salvador, os espaços de Curitiba e Porto Alegre também serão fechados. As unidades de São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília serão mantidas.

"A redução da operação física não representará diminuição de alcance das ações do Espaço Itaú de Cinema. Ao contrário, a rede está intensificando a atividade de difusão digital por meio de parceria com a plataforma de streaming Itaú Cultural Play, que oferece ampla programação gratuita de filmes e audiovisuais brasileiros na web. Hoje a plataforma contempla 175 títulos dos 26 estados brasileiros e do Distrito Federal", divulgou o banco. 

O Itaú ainda afirmou que com essas mudanças, as ofertas de filmes, mostras e festivais serão ampliadas por todo o Brasil.

Leia também

Classificação Indicativa: Livre