Salvador

Criminalista e vítima estavam juntos há dois anos, diz Polícia Civil

Reprodução/Instagram

Ela morava em Feira de Santana

Publicado em 17/10/2021, às 11h28    Reprodução/Instagram    Redação de BNews

Morta com um tiro na cabeça, na madrugada deste domingo (17) Kesia Stefany da Silva Ribeiro, de 21 anos, morava em Feira de Santana, a 100 quilômetros de Salvador, e mantinha o relacionamento com o advogado criminalista, Luiz Meira, suspeito do crime, há dois anos, de acordo com a Polícia Civil. 

Horas antes do feminicídio, ela publicou nas redes sociais, vídeos [assista abaixo] aproveitando a piscina do prédio do suspeito, no bairro do Rio Vermelho, em Salvador.

O corpo de Késia segue no necrotério do Hospital Geral do Estado (HGE) até que um familiar retire. Até o momento, ninguém da família compareceu.

Assista: 

Classificação Indicativa: Livre