Salvador

Vereadores evangélicos fecham acordo para votar Plano Municipal de Cultura

Arquivo/BNews

"A bancada Cristã anuiu", diz vereador

Publicado em 24/11/2021, às 17h02    Arquivo/BNews    Henrique Brinco

O Plano Municipal de Cultura finalmente deverá ser votado na Câmara Municipal de Salvador. A bancada evangélica estava resistindo em votar a matéria.

"Fechamos questão. Com acordo e mudança no texto. Sem exclusão de nenhum público. Inclusive LGBTQIA+. A bancada Cristã anuiu", declarou um vereador da bancada ao BNews.

Leia também:

A votação deverá acontecer nas próximas sessões. A apreciação em Plenário deveria acontecer nesta terça-feira (23), mas acabou sendo adiada após o duro discurso do presidente Geraldo Júnior contra o Ministério Público da Bahia (MP-BA).

O plano pretende ser um instrumento de planejamento e execução de políticas públicas de cultura por um período de dez anos e que traz diretrizes, objetivos, metas, ações, prazos de execução e indicadores de resultados para acompanhamento.

Entre as dez diretrizes, estão: “fortalecer e regulamentar a institucionalidade da gestão pública da cultura na perspectiva da transversalidade e da intersetorialidade”, “promover a diversidade cultural em todos os territórios, com reconhecimento e valorização das diferentes expressões, identidades, saberes e modos de vida” e “descentralizar territorialmente a gestão e as ações públicas de cultura com fortalecimento dos espaços e instituições culturais, estimulando a articulação em rede”.

Acompanhe o BNews também nas redes sociais, através do Instagram, do Facebook e do Twitter

Classificação Indicativa: Livre