Salvador

Sirenes de evacuação voltam a ser acionadas em Salvador e famílias são levadas às pressas para escola

Divulgação/Codesal
A Defesa Civil de Salvador (Codesal) acionou a sirene de alerta na comunidade de Bosque Real, que fica no bairro de Sete de Abril  |   Bnews - Divulgação Divulgação/Codesal

Publicado em 20/04/2022, às 08h37   Redação BNews



A Defesa Civil de Salvador (Codesal) acionou a sirene de alerta na comunidade de Bosque Real, que fica no bairro de Sete de Abril, na manhã desta quarta-feira (20), após análise do risco de deslizamento de terra na região. Com isso, as famílias que moram na localidade foram orientadas a deixar suas casas e irem para uma escola que está servindo de abrigo no bairro de Novo Marotinho.

Desde o sábado (16), quando as chuvas tiveram início na capital baiana, nove sirenes foram acionadas em oito bairros da cidade. Segundo a Defesa Civil, os avisos sonoros são ligados quando uma localidade acumula um volume de chuvas superior a 150 milímetros em apenas 72 horas. As sirenes já alarmaram nos seguintes pontos:

  • Capelinha, na região da Vila Picasso;
  • Lobato, na localidade Voluntários da Pátria;
  • Bom Juá, próximo ao Calabetão;
  • São Caetano, na Baixa do Cacau;
  • Alto da Terezinha, na comunidade de Mamede (acionada duas vezes);
  • Castelo Branco, na região do Mamede;
  • Calabetão;
  • Sete de Abril, na localidade de Bosque Real.

Após o acionamento, as famílias devem se dirigir até uma escola municipal, que funciona como o ponto de acolhimento do bairro. Lá, elas são registradas e recebem alimentação, itens de higiene e um local para dormir até que seja seguro voltar para a casa.

De acordo com a Secretaria Municipal de Promoção Social, Combate à Pobreza, Esporte e Lazer (Sempre), desde o início das chuvas, 289 pessoas foram encaminhadas para quatro centros de acolhimento.

A Sempre abrigou 115 famílias na Escola Municipal Eufrosina Miranda, no bairro do Lobato; outras 88 foram abrigadas na Escola Municipal Coração de Jesus, também no Lobato; 25 desabrigados estão no Centro Municipal De Educação Infantil Mosa Berbert, no bairro da Capelinha; 61 estão na Escola Municipal Santa Terezinha.

Ocorrências

A Defesa Civil de Salvador (Codesal) registrou 59 ocorrências em razão da chuva apenas nas primeiras horas desta quarta-feira (20). Desde a último sábado (15), quando as chuvas tiveram início na capital, o órgão recebeu quase 800 solicitações.

Foram contabilizadas pelo órgão, 11 ameaças de desabamento, sendo quatro na região do subúrbio ferroviário; uma ameaça de desabamento de muro; três ameaças de deslizamento de terra; uma ameaça de queda de árvore; três árvores caídas; uma avaliação de área; 13 avaliações de imóvel alagado; quatro desabamentos de muro; três desabamentos parciais; sete deslizamentos de terra; uma queda de galho de árvore; cinco infiltrações; uma orientação técnica.

Siga o BNews no Google Notícias e receba as principais notícias do dia em primeira mão.

Classificação Indicativa: Livre

FacebookTwitterWhatsApp