Saúde

Idosos são as maiores vítimas de desidratação no verão

Médicos recomendam que pessoas com mais de 60 anos devem consumir água mesmo se não tiver sede

Publicado em 24/01/2013, às 18h16        Redação Bocão News (Twitter: @bocaonews)

Sensação de boca amarga, dores de cabeça e olhos pouco lacrimejantes podem indicar sinais de desidratação. Parecem simples, mas esses são alguns dos sintomas que muitos idosos enfrentam, sobretudo em épocas de calor mais intenso. Segundo o médico clínico da Vitalmed, Guilherme Lazzari, é natural que as pessoas com mais idade sintam menos sede, mas não quer dizer que devam beber menos água, por isso elas precisam de uma atenção especial.
No verão, é comum equipes da Vitalmed atenderem pacientes com mais de 60 anos com quadros leves ou moderados de desidratação. Mas os casos podem atingir estágios mais críticos. A falta de água no corpo pode provocar perda de consciência e até um quadro de oligúria, quando o rim diminui a produção de urina, que passa a ficar forte e concentrada, podendo, inclusive, acarretar em uma insuficiência renal. Em casos extremos, se houver grande desequilíbrio de eletrolíticos como sódio e potássio, pode ser fatal.
Como acontece    
As complicações acontecem porque “com a evolução da idade, começa a ocorrer no corpo dos idosos uma diminuição de função de vários órgãos. Dentre eles está o "centro da sede", uma área do cérebro responsável em regular a quantidade de água em nosso corpo, e que indica a necessidade de reposição de água em sua falta (sede)”, explica Lazzari.
Ainda de acordo com o médico, as reservas de água corporal dos pacientes da terceira idade são menores e qualquer déficit hídrico pode gerar uma desidratação propriamente dita. Por isso, o consumo de água ainda é a melhor forma para evitar os casos de desidratação, mesmo que a pessoa não sinta sede. Água de coco e bebidas isotônicas também ajudam na reidratação do organismo, devendo acontecer preferencialmente via oral. 
Cuidado com as festas
Com as festas que acontecem nesse período do ano, os idosos ficam mais suscetíveis a adquirir algum tipo de doença, inclusive em decorrência da desidratação. Um dos motivos é porque muitos responsáveis por eles ficam fora de casa por um longo tempo e acabam descuidando de quem precisa de maior atenção.

Classificação Indicativa: Livre