Coronavírus

Bruno Reis: 'Após os grupos essenciais, o critério mais justo da vacinação contra covid-19 é descer por idade'

[Bruno Reis: 'Após os grupos essenciais, o critério mais justo da vacinação contra covid-19 é descer por idade']
17 de Maio de 2021 às 10:17 Por: Arquivo/BNews Por: Yasmin Garrido e Adelia Felix

O prefeito de Salvador, Bruno Reis (DEM), afirmou durante coletiva à imprensa que o secretário da Saúde, Leo Prates, vai levar para Comissão Intergestores Bipartite (CIB) a proposta de incluir jornalistas no grupo prioritário de vacinação. A declaração ocorreu na manhã desta segunda-feira (17), na entrega da requalificação do Terminal da Barroquinha. 

“Agora, eu preciso falar com toda franqueza. Se a gente for seguir essa linha de ir por categoria... Muitas atividades também vão usar o argumento de que são grupo prioritários. Eu, prefeito, acho que vacinado os essenciais, devemos descer por idade. Acho que é o critério mais justo”, disse o gestor ao ser questionado pelo BNews.

Leia também
Salvador abre vacinação para todos os profissionais da segurança e limpeza pública
Com aumento de ocupação de UTIs, Bruno Reis cita terceira onda e não descarta retomar medidas restritivas

De acordo com o prefeito, esse tem sido o posicionamento de populares. “Para acabar com esse negócio de lista. Gera uma confusão, os profissionais são agredidos verbalmente. Prefeito e secretário correndo o risco de serem responsabilizados criminalmente. Acho que o critério mais justo é descer por idade. Se for abrir exceções, que acham que são prioritários, não vamos conseguir avançar o processo de vacinação. Por mim, chegaram as doses, no outro dia vacina todas”, afirmou.

Até a manhã desta segunda-feira, foram vacinados em Salvador 644.125 pessoas.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar