Coronavírus

Delta plus é mais perigosa que as outras variantes? Saiba mais sobre a nova mutação da Covid-19

[Delta plus é mais perigosa que as outras variantes? Saiba mais sobre a nova mutação da Covid-19]
06 de Agosto de 2021 às 20:20 Por: Pixabay Por: Redação BNews

Ainda vivenciando um avanço da disseminação da variante Delta da Covid-19, os cientistas estão preocupados com a mutação Delta plus, que pode ser ainda mais perigosa que a primeira. 
 
De acordo com registros de infecções, a variante Delta plus já infectou mais de 400 pessoas em cerca de 30 países, como o Reino Unido, Estados Unidos, Portugal, Índia, Nepal, China e Coreia do Sul. Segundo dados científicos, a Delta Plus está se espalhando de forma predominante entre as pessoas mais jovens, o que pode ser explicado pela baixa quantidade de imunizados dentro desse grupo.
 
Uma reportagem do jornal The Sun, divulgada na última quinta-feira (5), mostra alguns fatores que já foram verificados na variante Delta plus e oferece algumas respostas sobre o quão perigosa é essa nova mutação. 
 
Saiba mais sobre a variante Delta plus 
 
A variante Delta plus tem um nome científico de AY.1 e apresenta as mesmas mutações que a variante Delta, vista pela primeira vez na Índia e agora dominante globalmente. A Índia classificou o Delta plus como uma "variante de preocupação" porque as autoridades de saúde disseram que ela parecia ser melhor em se ligar às células pulmonares e evitar os tratamentos da Covid.
 
Originalmente, a Delta Plus recebeu o nome de “variante de Nepal” porque ela foi identificada em maior número nesse país. Ela recebeu a mesma denominação grega da Delta porque são geneticamente semelhantes. Mas como o nome sugere, a versão Plus tem a adição de uma mutação no código genético da proteína spike, identificada pelo código K417N, responsável por possibilitar a entrada do vírus na célula.
 
A variante Delta plus se espalha mais rápido e as vacinas funcionam contra ela?
 
A Delta plus tem os mesmos componentes que Delta, sugerindo que se comportaria da mesma maneira, mas isso ainda não está claro. A variante Delta está se espalhando rapidamente - até 50 por cento mais do que a variante Alpha / Kent - e, portanto, Delta plus é possivelmente tão contagiosa. 
 
A variante Delta plus também pode escapar da proteção da vacina, com uma dose da Pfizer e da AstraZeneca dando apenas 33 por cento de proteção.Estudos estão em andamento na Índia e em todo o mundo para testar a eficácia das vacinas contra essa mutação.
 
Quantos casos existem?
 
Houve 52 casos detectados no Reino Unido em 31 de julho, após a chegada em 28 de abril. Apenas quatro deles ocorreram nos últimos 28 dias, sugerindo que não se espalhou muito.
 
A maioria dos casos ocorreu na Inglaterra (46), seguida por País de Gales (3), Escócia (2) e Irlanda do Norte (1), de acordo com o COVID-19 Genomics UK Consortium.
 
Quais são os sintomas?
 
Não há indicação de a variante apresenta novos sintomas. Os principais sintomas continuam sendo a perda de paladar e cheiro, uma nova tosse contínua e temperatura alta.
 
Os sintomas mais comuns, de acordo com o aplicativo de estudo Zoe Covid Symptom, são dores de cabeça, fadiga, coriza e dor de garganta, bem como espirros em pessoas vacinadas.

*Texto traduzido, acesso o original clicando aqui. 

Leia mais:

Covid-19: Nova mutação da variante Delta é detectada em 11 países

Estudo da OMS indica que variante Delta é a mais contagiosa

Classificação Indicativa: Livre


Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar