BNews Agro

Agricultura Familiar da Bahia leva sua produção para a 1ª Feira Nordestina, no Rio Grande do Norte

Divulgação

Em um estande de 84 metros quadrados, 22 cooperativas baianas vão comercializar seus produtos

Publicado em 14/06/2022, às 17h14    Divulgação    Redação BNews

A produção diversificada e qualificada da agricultura familiar da Bahia vai marcar presença na I Feira Nordestina da Agricultura Familiar e Economia Solidária (Fenafes), em Natal, no Rio Grande do Norte, de 15 a 19 de junho. Em um estande de 84 metros quadrados, 22 cooperativas baianas vão comercializar mais de dois mil produtos das diferentes regiões do estado.

Lá o público vai encontrar café gourmet, chocolates, flocão de milho não-transgênico, cortes finos de caprinos e ovinos, mel, castanha, pasta de castanha de caju, doce de goiaba com acerola, frutas desidratadas como abacaxi, jaca e banana, cervejas artesanais de licuri, nibs de cacau e umbu, produtos artesanais de povos indígenas e quilombolas e muitos mais.

Agricultura

A Feira, que é inspirada na Feira Baiana da Agricultura Familiar e Economia Solidária da Bahia, realizada em Salvador, tem o objetivo de fortalecer iniciativas integradas de políticas públicas em torno do Programa de Alimentos Saudáveis do Nordeste, principal bandeira dos estados que compõem o Consórcio Nordeste.

Leia também: Roma promete ser o “o governador que mais dará atenção ao agro na Bahia”, se for eleito

De acordo com Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), a Bahia também leva para o evento os quiosques de alimentação Chocolateria, Umbuteria, Licuriteria, Beijuteria e Bodeteria que prometem conquistar o público com seus sabores derivados de chocolate, umbu, licuri, mandioca e cortes de caprinos e ovinos, respectivamente.

A feira vai proporcionar o intercâmbio de políticas públicas envolvendo governos e movimentos sociais, fortalecer o cooperativismo solidário e a comercialização desses produtos.

Segundo os organizadores, também serão realizadas formações, com palestras, oficinas e cursos sobre acesso à terra, sistemas agroalimentares, produção de alimentos saudáveis e agroecologia. A previsão é receber um público visitante de mais de 10 mil pessoas durante os cinco dias do evento, que terá entrada gratuita.

Siga o Tiktok do BNews e fique por dentro das novidades

Classificação Indicativa: Livre