BNews Agro

Junho Verde: Brasil está na lista de países que mais reduzem impacto ambiental do agronegócio

Divulgação / Липцо Козерога - Pixabay

Brasil é o primeiro no indicador poupa-florestas e fica atrás apenas da Argentina em relação à capacidade produtiva da agricultura

Publicado em 17/06/2022, às 17h01    Divulgação / Липцо Козерога - Pixabay    Redação BNews

O Brasil é um dos países que mais reduz as emissões de gases de efeito estufa na produção agropecuária, do plantio à colheita. Essa é a conclusão de um estudo divulgado na quinta-feira (9) pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA), com base em previsões da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO).

O relatório analisou a posição do Brasil em diferentes indicadores de sustentabilidade frente a sete grandes agroexportadores: Argentina, Canadá, China, França, Alemanha Índia e Estados Unidos.

Atualmente, os insumos produzidos pelo agronegócio brasileiro aumentaram 2,1% com as mesmas emissões produzidas há uma década, segundo levantamento do Ipea. Na prática, o estudo afirma que com a tecnologia atual, "produzir 1kg de alimento no Brasil gera menos emissões do que no passado".

Em relação à capacidade produtiva da agricultura por unidade de emissão de gases de efeito estufa, o Brasil fica atrás apenas da Argentina, no indicador entre 1990 e 2020.

Leia também:

Agronegócio da Bahia bate recordes e se destaca na economia em meio à pandemia

PIB do agronegócio baiano cresce 8,5% no segundo trimestre de 2021

Nesse período, o Brasil reduziu a emissão desses gases em 2,1%, enquanto o país vizinho reduziu suas emissões em 3,1%. Alemanha e Índia são nações que também figuram nas primeiras posições, segundo o Ipea.

"A população mundial aumentou ao longo dos anos e a demanda por alimentos cresceu também. Consequentemente, de uma forma lógica, é necessário expandir a utilização de terras para a agricultura. Se a gente utilizasse a tecnologia do passado, teríamos que desmatar uma área muito maior de floresta do que estamos fazendo hoje em dia. Isso mostra a importância de adotar tecnologias de ponta", explica José Eustáquio Ribeiro Vieira Filho, pesquisador do Ipea.

O chamado efeito de poupa-florestas é outro indicador utilizado para comparar a capacidade dos países de reduzir o impacto ambiental da produção agrícola. O índice aponta a extensão de terra que o país consegue poupar, por meio de mudanças tecnológicas e técnicas, mantendo ou aumentando a produção de alimentos.

Segundo dados do Ipea, neste caso, o Brasil lidera o ranking mundial dos países comparados. Em 2020, o índice regional nacional brasileiro era de 43,2%. Em seguida vem a Índia, com 34,5%.

No entanto, na avaliação do Ipea o desempenho indiano esteve associado exclusivamente à produção agrícola, enquanto o brasileiro se explica por ganhos de produtividade na agricultura e pecuária.

Veja o ranking dos países de acordo com o índice poupa-florestas:

Brasil (43,2%)

Índia (34,5%)

Argentina (13,8%)

Estados Unidos (8,9%)

Canadá (2,5%)

França (2,5%)

China (1,6%)

Alemanha (1,4%)

Siga o Tiktok do BNews e fique por dentro das novidades.

Classificação Indicativa: Livre