BNews Agro

Seagri realiza primeira reunião da Câmara Setorial da Cafeicultura da Bahia

Divulgação
Secretário da Seagri presidiu a reunião que aconteceu durante o 15º Encontro Nacional do Café em Barra do Choça  |   Bnews - Divulgação Divulgação

Publicado em 27/05/2024, às 23h59   Cadastrada por Letícia Rastelly



Realizado entre os dias 24 e 26 de maio, o 15º Encontro Nacional do Café em Barra do Choça, contou com uma programação diversificada, que teve, em um dos seus pontos altos, a 1ª Reunião Ordinária da Câmara Setorial da Cafeicultura. O evento foi coordenado Wilson Tum, que está à frente da Secretaria Estadual de Agricultura, Pecuária, Irrigação, Pesca e Aquicultura (Seagri).

De acordo com o secretário, a reunião é uma demanda antiga dessa cadeia produtiva. As câmaras são colegiados consultivos e de articulação, que pautam as demandas do setor. "O Encontro Nacional do Café é uma excelente oportunidade para destacarmos o potencial da cafeicultura baiana e fortalecer a cadeia produtiva do nosso estado. A Seagri sempre apoiou a iniciativa e, em 2024, minha gestão articulou a realização da primeira reunião da câmara setorial, reunindo nosso quadro técnico da Seagri, produtores e associações para dar esse pontapé inicial”, explicou Tum.

 “Definimos o calendário de reuniões, assim como elegemos pautas prioritárias para tratarmos esse ano, a exemplo da questão de disponibilidade de energia na zona rural, indicação geográfica do café, entre outras”, detalhou a agrônoma e assessora técnica da Seagri, Keyla Soares, que destacou também a eleição que colocou a cafeicultora Tadeae Pires Matos, de Ibicoara, na presidência do colegiado.

Vale lembrar que Barra do Choça é a cidade que mais produz café na Bahia, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Dados da Empresa Brasileira de Pesquisa e Agropecuária (Embrapa) indicam, que em 2023, a Bahia teve uma produção de 3,4 milhões de sacas de café, consolidando o estado como o maior produtor desse tipo de grão da Região Nordeste. Para 2024, a previsão é de 3,6 milhões de sacas, um aumento de 5% em relação ao ano anterior.

Classificação Indicativa: Livre

FacebookTwitterWhatsApp