BNews Folia

Prefeitura de Salvador anuncia estrutura definitiva do Carnaval 2013

Roberto Viana

Serviços já estarão disponíveis desde a quarta-feira, com o desfile de blocos da Barra

Publicado em 05/02/2013, às 06h39    Roberto Viana    Lucas Esteves (Twitter: @lucasesteves)

Em uma coletiva de imprensa ocorrida no restaurante Barravento no início da tarde desta segunda-feira (4) a Prefeitura de Salvador apresentou a estrutura que será dispensada ao folião no Carnaval 2013. O prefeito ACM Neto liderou os pronunciamentos e apresentou todos os serviços que estarão disponíveis já antes do início oficial da festa.
É o caso de todo o aparato policial, de transporte e de estrutura aos ambulantes, que darão apoio ao desfile dos blocos da quarta-feira pré-carnavalesca. A passagem dos blocos criados por estudantes universitários há anos desfilam no local e, segundo o prefeito, já se tratam de uma nova tradição e precisa agora entrar no planejamento oficial da gestão da festa. Porém, há a exigência de que não haja cordas e que não se use nenhum tipo de equipamento sonoro além de instrumentos de fanfarras.
“Desde o ano passado havia muitos pedidos para que houvesse já na quarta o aparato da estrutura. Então, por isto, a prefeitura já estará na festa desde a quarta”, explicou. Neto disse também que, a partir do Carnaval do ano que vem, o trecho da Barra utilizado pelos blocos receberá neste dia o nome de Circuito Sérgio Bezerra, em homenagem ao dono do bar Habeas Copus, que iniciou a tradição recente.
Neto aproveitou a coletiva para assinar diante dos jornalistas um decreto que institui a Central de Operações do Carnaval (COC), órgão que ficará ativo durante todo o período de Momo para avaliar o funcionamento da estrutura na festa e também preparar a folia do ano que vem. “Na Quarta-feira de Cinzas, teremos a última reunião para avaliar o Carnaval deste ano e desde já começamos a planejar o de 2014. Mas o anúncio e a disposição para isto não precisamos esperar”, ressaltou Neto.
O prefeito garantiu estrutura de 12 postos de saúde em funcionamento durante 24h, 2 mil sanitários químicos espalhados por todos os circuitos e palcos do Carnaval na cidade, 3 mil luminárias espalhadas por 70 mil metros de percurso, 1500 projetores para informações e imagens e também 4 pontos de táxis para garantir o retorno dos foliões. O funcionamento dos serviços será fiscalizado por uma série de sistemas de vigilância que envolvem diversas secretarias e órgãos da Prefeitura. Tudo isto dará suporte aos 43 circuitos oficiais e outros 12 palcos em bairros e trechos específicos.
Estes palcos e circuitos serão utilizados por um número superior a 650 artistas nacionais e internacionais segundo as estimativas oficiais. Até o momento, 337 blocos haviam sido registrados na Prefeitura, sendo estes 62 afro, 39 de trio, 30 para afoxés, 19 de percussão e outros 33 exclusivos para o samba. Dezoito mil pessoas poderão assistir a estas atrações em arquibancadas populares, com 3 mil vagas diárias. Quem quiser comprar abadás terá disponível uma revitalizada “Vila do Abadá”, a tradicional feira ao lado do Aeroclube, mas com melhor estrutura bancada pela Prefeitura. “Será uma estrutura muito precária ainda, mas já melhor do que existe normalmente. Tivemos apoios dos nosso patrocinadores para melhorar esta estrutura”, opinou o secretário de Desenvolvimento, Turismo e Cultura, Guilherme Bellintani.

Publicada no dia 04 de janeiro de 2013, às 13h54

Classificação Indicativa: Livre