BNews Pet

Saiba quais raças de cachorro suportam mais as baixas temperaturas

Reprodução/ Petlove

Algumas raças estão mais preparadas do que outras para enfrentar a chegada do frio

Publicado em 10/11/2021, às 13h00    Reprodução/ Petlove    Redação BNews

Embora os cães estejam mais preparados para resistir às quedas de temperatura. Por causa do seu pelo, eles também percebem essas mudanças repentinas e devem se preparar para enfrentá-las. Os filhotes e idosos, que normalmente já têm a saúde mais frágil, são os primeiros da lista. Além deles, cachorros de porte pequeno, magrinhos e com pelo curtinho costumam sentir mais a queda dos termômetros.

Algumas raças estão mais preparadas do que outras para enfrentar a chegada do frio. O husky pode chegar a 40 graus abaixo de zero, enquanto um chihuahua ou outro animal pequeno ou mesmo médio pode estar em risco sem ter que cair abaixo de 0 grau. Outro fator que também influencia é o peso do cão , já que a gordura corporal ajuda a mantê-lo aquecido.

Para aliviar o desconforto do seu cachorro quando o clima estiver frio é colocar o bichinho dentro de casa — principalmente durante a noite. Se você não consegue fazer isso por qualquer motivo, o ideal é oferecer a opção de um cantinho quente e confortável. Vale colocar um tapete, cobertor ou, até mesmo, um edredom para aumentar as fontes de calor e diminuir o contato dele diretamente com o chão. 

Além do desconforto inicial, deixar o seu cachorro exposto ao frio sem proteção por muito tempo pode trazer consequências de diferentes intensidades para a saúde dele. Uma das principais é o resfriado e hipotermia, o que pode ser a porta de entrada para uma série de outros problemas, como infecções causadas por vírus e bactérias. 

Os sinais de que o seu cachorro está com frio

- Tremores pelo corpo;
- Está com a temperatura do corpo muito baixa - sinta principalmente pelas orelhas, focinho e almofadinhas das patas;
- Passa muito tempo deitado bem encolhido (geralmente, ele junta as patinhas e recolhe o rabo);
- Procura cantinhos para deitar e tentar se aquecer;
- Está dormindo mais do que o normal;
- "Reclama" choramingando por onde vai;
- Ficou com a respiração e movimentos mais lentos.

Leia mais em BNews Pet:

Acompanhe o BNews PET também no Instagram

Classificação Indicativa: Livre