Cidades

Mulher é esfaqueada no pescoço por ex-companheiro em assentamento do MST

Antes de esfaquear a vítima, o homem deu dois tiros

Publicado em 24/10/2011, às 19h34        Redação Bocão News

Na região do distrito de São Paulinho, no interior do município de Itamaraju, a 751km de Salvador, uma mulher foi degolada pelo ex-companheiro no final da manhã, desta sexta-feira (21).
O crime aconteceu uma plantação de cacau, localizada no assentamento do Movimento dos Trabalhadores Rurais (MST), uma mulher identificada como Zenilda Souza Pereira, de 37 anos, conhecida como “Zene”, teria sido atacada por seu ex-companheiro, identificado como Walter Nunes Peixoto, de 36 anos, conhecido Val, com um tiro de espingarda e dois golpes de facão no pescoço.
De acordo com o presidente da Associação dos Produtores Rurais Pedra Bonita, Orlando Azevedo Júnior, a mulher teria sido quase degolada pelo assassino.
O homem teria surpreendido a ex-companheira por traz, quando ela estava trabalhando na colheita do cacau, segundo informações da Polícia Civil. Primeiro ele teria atirado na mulher e depois usou um facão amolado para desferir os dois golpes. Um menor que estava na companhia de Zene, contou aos policiais que fugiu com medo de morrer. Ela disse que a mulher teria pedido para não morrer.
Segundo o Teixeira News, Zenilda e Val teriam chegado juntos quando houve a divisão dos lotes do assentamento há cerca de 8 anos, e depois de várias brigas, eles teriam sido alertados que os problemas conjugais eram incompatíveis com o trabalho de reforma agrária. A mulher decidiu se separar de Val, o que teria provocado ciúmes no ex-companheiro.
A polícia investiga o crime, que pode ter sido causado por ciúmes. O suspeito de ter cometido o crime fugiu.

Classificação Indicativa: Livre