Cidades

Casal de idosos e filha morrem após deslizamento de terra em Amargosa

Reprodução/AmargosaNews

O casal e filha estavam dentro de casa quando um deslizamento de terra atingiu imóvel

Publicado em 11/12/2021, às 15h44    Reprodução/AmargosaNews    Nilson Marinho

Um casal de idosos e a filha morreram soterrados após a casa onde eles estavam desmoronar devido as fortes chuvas que atingiram a cidade de Amargosa, no Vale do Jiquiriçá, na noite desta sexta-feira (10).

De acordo com moradores do município, o acidente aconteceu na zona rural, em uma localidade chamada Ribeirão dos Caldeirões. O local estava sem eletricidade até o início da tarde deste sábado (11).

A família estava em casa quando um deslizamento de terra avançou contra o imóvel, que não suportou à quantidade de água e lama. Ainda de acordo com moradores, o homem chamava-se Gildásio e tinha 80 anos. "Era forte e lúcido", disse um conhecida das vítimas ao BNews.

A filha do casal de idosos chegou a ser resgatada dos escombros, mas morreu a caminho do hospital. Os nomes e idades da mãe e filha não foram informados.

O acidente foi confirmado pela prefeitura de Amargosa que afirmou que equipes trabalham neste sábado (11) para amenizar os impactos das chuvas. A gestão municipal decretou situação de emergência devido ao volume de água.

O Instituto Nacional de Meteorologia (INMET) emitiu um alerta de chuvas intensas para algumas cidades baianas, inclusive Amargosa. O aviso para “Perigo Potencial” vale até o final da manhã do domingo (12). São esperadas chuvas entre 20 e 30 mm/h ou até 50 mm/dia, além de ventos intensos (40-60 km/h).

Sul do Estado

Nos últimos dias, cidades da Região Sul do estado têm sofrido com as fortes chuvas que já desabrigaram centenas de famílias. A situação chamou atenção de artistas e influenciadores que passaram a fazer campanhas nas redes sociais para arrecadar dinheiro e alimentos para ajudar as vítimas.

Na manhã deste sábado (11), a chuva deu uma trégua possibilitando o voo das aeronaves que atendem as comunidades isoladas pela água.

A estimativa da Defesa Civil é que, em Itamaraju, um dos municípios mais atingidos, 600 pessoas estejam desabrigadas e 400 desalojadas. Esse número pode aumentar à medida que as chuvas intensificam na região. 

Acompanhe o BNews também nas redes sociais, através do Instagram, do Facebook e do Twitter

Classificação Indicativa: Livre