Cidades

Prefeitura de Lauro de Freitas desconhece "acordo" entre vice-prefeito e restaurante dos famosos que terá que mudar de local

Reprodução / Instagram

Acordo entre restaurante dos famosos e vice-prefeito teria acontecido dez dias antes da interdição

Publicado em 26/01/2022, às 10h26 - Atualizado às 10h34    Reprodução / Instagram    Redação

A interdição do Feijão da Nega Su, considerado um restaurante dos famosos, em Lauro de Freitas, tem gerado burburinho nas redes sociais. Muitos artistas e influenciadores digitais têm pedido a liberação do estabelecimento, que foi interditado por descumprir normas sanitárias e por ocupação de espaço público sem autorização.

Em nota, a prefeitura de Lauro de Freitas esclareceu que os donos do restaurante, assim como de outros estabelecimentos no mesmo local, já haviam sido notificados no dia 7 de novembro de 2021.

"De acordo com a Secretaria Municipal de Planejamento, Desenvolvimento Urbano Sustentável e Ordenamento do Uso do Solo (SEDUR) de Lauro de Freitas, os responsáveis pelo restaurante Rainha da Feijoada já haviam sido notificados por estarem ocupando área pública do município, sob pena de remoção. Os barraqueiros do local não possuem alvará de funcionamento e da vigilância sanitária, que também já havia notificado algumas vezes esses estabelecimentos irregulares. A Prefeitura de Lauro de Freitas cumpriu, nesta terça-feira (25), a orientação do Ministério Público do Estado da Bahia, para que a estrutura fosse removida".

No entanto, também em nota, divulgada inclusive nas redes sociais do restaurante, os represenantes da empresária Sueli Oliveira, que disseram terem sido pegos de surpresa, revelaram um "acordo" que teria sido feito com o vice-prefeito da cidade, Dr Vidigal. Conforme o comunicado, as autoridades se comprometeram em ceder um " prazo razoável para a regularização integral das atividades desenvolvidas pelos comerciantes daquela localidade".

"Os representantes do estabelecimento receberam com suspresa tal ato da Prefeitura, tendo em vista que há mais ou menos dez dias participaram de uma reunião com o vice-prefeito de Lauro de Freitas na qual as razões foram expostas, documentos protocolados e houve um compromisso expresso das autoridades presentes no que tange à concessão de prazo razoável para a regularização integral das atividades desenvolvidas pelos comerciantes daquela localidade".

Acontece que, o tal acordo entre os comerciantes e o vice-prefeito, é de total desconhecimento da prefeitura. Em contato com a reportagem do BNews, na manhã desta quarta-feira (26), a assessoria de imprensa da gestão municipal disse não ter informações sobre o encontro, que segundo os empresários, teria ocorrido há cerca de dez dias da ação de interdição. Além disso, conforme assessoria, não há possibilidade dos estabelecimentos serem mantidos no espaço.

Saiba o que está rolando no BBB 22

Em uma nova publicação nas redes sociais, os representantes do restaurante criticaram o comportamento dos agentes sanitários que participaram da interdição. Na postagem, são expostos prints de fotos publicadas pelos profissionais, que teriam se denominada como "equipe malvadona". "Exigimos no minimo respeito dessas pessoas, que agem com total deboche sobre nossa dor e descontentamento", diz parte da legenda.

Siga o BNews no Google Notícias e receba os principais destaques do dia em primeira mão

Classificação Indicativa: Livre