Cidades

Professores da rede municipal de Feira de Santana decretam greve por tempo indeterminado

Prefeitura de Feira/ Foto: Jorge Magalhães

Categoria denunciou violência após tentativa de conversa com prefeitura municipal nesta quinta (31).

Publicado em 31/03/2022, às 17h41    Prefeitura de Feira/ Foto: Jorge Magalhães    Redação BNews

Os professores da rede municipal de ensino de Feira de Santana, cidade a 100 quilômetros de Salvador, decretaram no final da manhã desta quinta-feira (31), uma greve por tempo indeterminado. A decisão ocorreu após denúncia da categoria num episódio de violência envolvendo guardas municipais, na manhã de hoje. 

De acordo com o grupo, eles se reuniram na frente da Câmara de Vereadores e se deslocaram até a sede da prefeitura da cidade, na manhã desta quinta, com o desejo de negociar pautas, entre elas o reajuste salarial, com o prefeito Colbert Martins.

Leia Mais: Professores de Feira de Santana realizam protesto por pagamento integral dos salários

Em nota, divulgado pelo G1, a Prefeitura informou ainda que na noite de quarta-feira (30), fez uma reunião de negociação com os professores e garantiu o pagamento do piso salarial Nacional.

No entanto, a categoria afirmou que o órgão não apresentou proposta para ela.

"A proposta não foi descrita, não estava documentada, ela relatou que a proposta do governo era repassar o reajuste linear para o funcionalismo público, ou seja, e a possibilidade de reajustar para os professores que estão na categoria A, na base A, só que não contempla todos os professores", afirmou uma professora.

Leia Também: Professores denunciam violência de guardas municipais em Feira de Santana; Prefeitura fala em vandalismo

Siga o BNews no Google Notícias e receba os principais destaques do dia em primeira mão.

Classificação Indicativa: Livre