Cidades

Samarco assina documento que elimina barragem em Mariana

Reprodução  SAMARCO

Mineradora é responsável por estrutura do tipo "montante" no local

Publicado em 26/02/2022, às 16h54    Reprodução SAMARCO    Redação Bnews

A mineradora Samarco, dona da barragem que rompeu em Mariana, matando 19 pessoas,  assinou o termo em que se compromete a retirar as estruturas do tipo montante que se encontram sob sua responsabilidade. A empresa não tinham se comprometido a descaracterizar o mais breve possível os reservatórios construídos com essa tecnologia.

Leia mais: 

O compromisso foi firmado com o Governo de Minas Gerais, nessa última sexta-feira (25), e a obra será feita na cava do Germano, em Mariana, a 113 km de Belo Horizonte.

Por meio de nota oficial , a Samarco informou que as obras já estão em estágio avançado e que “são acompanhadas mensalmente pelo Ministério Público de Minas Gerais por meio de auditoria independente especializada, atendendo às normas estaduais e federais vigentes”.

De acordo com MP, quatro empresas ainda não assinaram o acordo. São elas: Fortaleza de Minas, MGB, Mosaic e Minar. 

Leia também: 

Classificação Indicativa: Livre