Justiça

Procuradores vão acionar Conselho Superior do MPF contra nomeações de Aras

Pedro França/Agência Senado

Publicado em 01/10/2021, às 19h52    Pedro França/Agência Senado    Camila Mattoso/Folhapress

Procuradores prometem acionar o Conselho Superior do Ministério Público Federal contra as nomeações realizadas pelo Procurador-Geral da República, Augusto Aras, para o comando das Procuradorias no Maranhão, no Distrito Federal e para o cargo de procurador eleitoral em Pernambuco.

As nomeações foram oficializadas na quarta (29) e, segundo os procuradores, não respeitaram as escolhas dos colegiados locais. Para eles, Aras desrespeitou as regras internas do MPF e, por isso, há necessidade de acionar o CSMPF.

"É algo que afeta a atuação final da instituição, não é algo de livre nomeação. Não dá para ser encarado como uma mera rotina administrativa de nomeação e exoneração", afirma o procurador Júlio José Araújo Júnior, diretor da ANPR (Associação Nacional dos Procuradores da República).

Segundo o procurador, é preciso apurar os motivos que levaram Aras a efetuar as nomeações e a desrespeitar os regramentos internos.

Matérias Relacionadas

Augusto Aras abre apuração preliminar contra Braga Netto por supostas ameaças às eleições

Situação de Mendonça é complicada no Senado e pavimentação por Aras no STF aquece

Classificação Indicativa: Livre