Justiça

Júri popular absolve o filho afetivo de Flordelis por morte de pastor

Reprodução

A decisão foi do Tribunal do Júri de Niterói após mais de 21 horas de julgamento

Publicado em 13/04/2022, às 10h55    Reprodução    Redação BNews

O filho afetivo da ex-deputada federal Flodelis, Carlos Ubiraci Francisco da Silva, foi absolvido pela morte do pastor Anderson do Carmo, na manhã desta quarta-feira (13), pelo crime de homicídio triplamente qualificado. A decisão foi do Tribunal do Júri de Niterói após mais de 21 horas de julgamento.

De acordo com o portal da Carta Capital, o filho biológico de Flordelis, Adriano dos Santos Rodrigues, o ex-policial militar Marcos Siqueira Costa e a sua mulher, Andrea ds Santos Maia, foram condenados por uso de documentos falsos e associação criminosa. Os advogados de defesa de Anderson afirmaram que vão recorrer da decisão.

Leia mais:

CPI dos Apps faz diligência na sede do iFood; Conar abre apuração

STF alerta para fake news sobre fala de Barroso espalhada por bolsonaristas

Envolvido na Operação Faroeste, juiz tem prisão domiciliar decretada; entenda o caso

Para a acusação uma carta foi fraudada por outro filho de Flordelis, Lucas, com o objetivo de incriminar o irmão Misael e inocentar a mãe.

Apesar de inocentado pelo crime de homicídio, Carlos foi condenado por associação criminosa e cumprirá uma pena de quatro anos e seis meses de prisão em regime semiaberto. Já Adriano e Andrea responderão por uso de documento falso e associação criminosa com pena de quatro anos e três meses. Marco teve a pena de cinco anos pelas mesmas acusações.

O julgamento da ex-deputada foi adiado e remarcado para o dia 9 de maio devido à grande quantidade de réus.

Siga o BNews no Google Notícias e receba as principais notícias do dia em primeira mão.

Classificação Indicativa: Livre