Cultura

Decisão sobre Carnaval de Salvador deve ser tomada até o fim do mês

[Decisão sobre Carnaval de Salvador deve ser tomada até o fim do mês]
07 de Outubro de 2021 às 14:29 Por: BNews/Dinaldo Silva Por: Nilson Marinho, Léo Sousa e Henrique Brinco

O prefeito de Salvador, Bruno Reis (DEM), garantiu que a decisão sobre a realização ou não do Carnaval neste ano será tomada até o final do mês de outubro. O gestor afirmou que a prefeitura vai avaliar o avanço da vacinação "com toda cautela e prudência". "Estamos confiando que a vacina vai permitir à gente viver como nós vivíamos antes. Essas festas que já foram anunciadas, elas estão apostando que, daqui para lá, pelo menos terão ampliação dos públicos para a sua realização", declarou, em entrevista coletiva nesta quinta-feira (7), na inauguração do novo complexo de saúde da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae).

Leia também: 


Bruno ressalta que a retomada de eventos terá como parâmetro o número de pessoas autorizadas a frequentar celebrações. "Hoje está autorizado festas cobrando ingresso com até 1100 pessoas. Se lá no Réveillon for até 1100 pessoas, será o limite das festas. Se tiver ampliação do público, poderão fazer com um público maior. Como também pode ser que não tenha mais restrição de público, diante do estado da pandemia. Nós já estamos vendo diversas cidades do mundo e algumas cidades do Brasil já anunciando réveillon, Carnaval. Nós não nos pautamos por essas cidades. Porém, servem de parâmetro para ajudar a tomar decisões", explicou.

"Acredito que até o final deste mês, até o início do próximo, nós temos que tomar essas decisões. Porque, senão, não há tempo de executar, operacionalizar a realização desses eventos. Depende só da prefeitura? Não. Porque não é só a prefeitura que realiza esses eventos. Então depende de patrocinadores. Será que vai achar patrocinador que queira patrocinar Réveillon, por exemplo? Depende da Polícia Militar, que tem que dar o suporte na área de segurança. Depende, no caso do Carnaval, de tantos atores envolvidos", completa.

Bruno afirmou que vai tomar a decisão em conjunto com especialistas e autoridades dos órgãos competentes. "Se houver condições de realizar, vamos fazer", ressaltou. Ele também afirmou que vai se reunir com o governador Rui Costa (PT) para definir os parâmetros para a reabertura dos estádios ao público.

Notícias Relacionadas

Acompanhe o BNews também nas redes sociais, através do Instagram, do Facebook e do Twitter

Classificação Indicativa: Livre


Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar