Entretenimento

P*u de Mendigo: Givaldo Alves vende estimulante sexual sem aval da Anvisa

Foto: Reprodução / Instagram / @givaldoalves_brasil

Givaldo Alves fez publicações anunciando o produto em suas redes sociais

Publicado em 25/06/2022, às 14h00 - Atualizado às 14h01    Foto: Reprodução / Instagram / @givaldoalves_brasil    Redação BNews

Após ficar famoso por ter mantido relações sexuais com a mulher de um personal trainer e ser espancado, o ex-sem-teto Givaldo Alves se envolveu em novas polêmicas.

Desde o vazamento da história, ele anunciou a candidatura a deputado federal sem ter partido, foi a camarotes no carnaval e teve sua ficha criminal exposta - ele pediu R$500 para participar de um sequestro e foi preso.

Agora, ele se coloca como garoto-propaganda de um estimulante sexual chamado “Pau de Mendigo”, com promessas mirabolantes e informações falsas no site de venda do produto. Mais do que isso: o “Pau de Mendigo” não tem aprovação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), que abriu uma investigação sobre a venda do produto.

Leia Mais:

Em suas redes sociais, Givaldo anunciou o produto com chamadas de “sucesso de vendas” e garantias: “O Pau de Mendigo é liberado e aprovado pela Agência Nacional Vigilância Sanitária (Anvisa)”, mente o site de anúncio do produto.

A primeira postagem-propaganda foi feita em 11 de junho, em vídeo com edições e filmagem profissionais. O anúncio foi reforçado no último dia 17.

Segundo apurado pelo Metrópoles, a nem a fórmula do estimulante sexual nem a empresa por trás do produto têm registro ou autorização para vendê-lo.

Por trás do site do produto está a empresa AEG Produtos Naturais, cujo nome fantasia é Guimagran, com sede em Governador Valadares, Minas Gerais, e capital social de R$ 350 mil.

Siga o TikTok do BNews e fique por dentro das novidades.

Classificação Indicativa: Livre