Geral

Enem: Correia e atrapalhada de estudantes

Alguns não chegaram a tempo e outros esqueceram documentos

Publicado em 22/10/2011, às 14h50        Redação

Muita correria na chegada dos candidatos na primeira etapa do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em frente ao campus da Universidade Católica de Salvador, no bairro da Federação, região central da capital baiana, onde cerca de 1.500 estudantes passaram na manhã deste sábado (22).
Os portões abriram dois minutos antes do meio-dia e fecharam exatamente às 13h. E como de costume, alguns se atrasaram para a prova e outros esqueceram o documento de identificação. Quatro pessoas chegaram segundos após o cadeado ter sido fechado e bloqueado a entrada.
Entre os retardatários, estava Bianca Di Mônaco, de 15 anos. “Estou muito mal. Acordei tarde porque estava doente. Precisei pegar o táxi, mas não deu jeito. Me preparei muito”, lamenta a estudante do 2° ano do ensino médio, que iria fazer o Enem como teste pela primeira vez.
O estudante Daniel Fraga passou por uma situação mais inusitada. Ele estava lá dentro, esqueceu o documento de identificação, pediu para um familiar buscar, mas ela chegou quando o portão já estava fechado. “Precisei sair de dentro do campus. O Enem era o meu objetivo central em curto prazo, queria fazer. Agora é organizar melhor, me preparar para o próximo ano”, comenta.
César Augusto, de 32 anos, que já cursa Engenharia Civil em uma universidade pública, também entrou na lista dos que perderam a prova por atraso. “Não calculei o tempo direito”, diz ele, que mora em Nazaré, bairro próximo ao local das provas. 
Hoje, a prova termina às 17h30, mas os candidatos já podem deixar as salas a partir das 15h. Amanhã (23), os portões serão abertos novamente às 12h e fechados às 13h, sempre no horário de Brasília. Com informações do G1 e Agência Brasil.

Fotos: Gilberto Júnior // Bocão News

Classificação Indicativa: Livre