Geral

Novo spyware é encontrado em sistemas do Google e Apple

Reprodução Getty Imagens

Ferramentas de pirataria de uma empresa com sede na Itália foram usadas para espionar smartphones

Publicado em 24/06/2022, às 10h47    Reprodução Getty Imagens    Redação BNews

A Alphabet, empresa que realiza monitoramento de vírus, confirmou, na quinta-feira (23), que um spyware italiano foi utilizado para espionar smartphones do Google e Apple na Italia e no Cazaquistao.

Esse processo estaria sendo atribuudo a empresa RCS Lab, que atua como uma desenvolvedora de ferramentas de espionagem, e ja trabalhou com unidades da polícia europeia.

Leia também: 

WhatsApp: hackers tiram do ar site do tribunal de Justiça de Sergipe

Após protestos, grupo Anonymous invade site do PMDB

Embora a companhia diga que todos os seus produtos e servicos obedecem as leias europeias, a RCS Lab tambem reitera que nao compactua com nenhum tipo de atividade ilegal por parte de seus clientes. Fundada em 1993, a empresa consegue interceptar dados, vozes e rastrear alvos, lidando com aproximadamente 10 mil alvos diarios apenas na Europa.

A grande preocupação da Google, é que esse tipo de conduta possa ajudar na "proliferação de ferramentes de hacking perigosas e armar governos que não conseguiriam desenvolver esse tipo de tecnologia internamente", afirmou em nota.

Por conta disto, tanto o  Google quanto a Apple já tomaram medidas para revogar o acesso dessas ferramentas em sistema operacionais Android e iOS.

O governo do Cazaquistão e da Itália ainda não se manifestaram sobre o ocorrido.

Siga o Tiktok do BNews e fique por dentro das novidades.

Classificação Indicativa: Livre