Geral

Turista reclama de cobrança de ingressos em eventos "gratuitos" no Pelourinho; Secult explica o caso

Vagner Souza/BNews

Denunciante diz que donos de estabelecimentos cobram em torno de R$ 20 a inteira e R$ 10 a meia-entrada para terem acesso aos locais durante as apresentações

Publicado em 29/04/2022, às 14h25 - Atualizado às 17h35    Vagner Souza/BNews    Redação BNews

Um turista fez uma denúncia em relação à cobrança de entrada por parte de donos de bares e produções de bandas contratadas pelo Governo do Estado, através da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (Secult), para se apresentarem nos Largos do Pelourinho. 

De acordo com o denunciante, os donos de estabelecimentos cobram em torno de R$ 20 a inteira e R$ 10 a meia-entrada para terem acesso ao local durante as apresentações. 

Leia também:

"Eu fui ao Pelourinho e é um absurdo. Se chegar cedo, eles não cobram. Mas quando chega o horário do movimento, eles cobram R$ 20 inteira e meia a R$ 10", afirmou.

Procurada pelo BNews, a Secult afirmou em nota que desconhece a denúncia e informa que a dinamização dos largos Quincas Berro D'água, Tereza Batista e Pedro Arcanjo é feita pelo Centro de Culturas Populares e Identitárias, com o projeto Pelô da Bahia a partir de solicitação de pauta por artistas e produtores.

No regramento da solicitação de pauta é indicada a forma de apoio e as condições para realização de eventos gratuitos, ou com cobrança de bilheteria.

Ainda segundo a nota, na perspectiva de democratização do acesso e produção da cultura, o Pelô da Bahia oferece as condições de infra-estrutura necessárias para abrigar projetos artísticos que contemplam a comunidade local, a classe artística, atraindo mais turistas, visitantes da área e a população da cidade. Serve de vitrine e agrega valor ao portfólio artístico para alçar a participação desses artistas em editais e seleções públicas como o Carnaval da Cultura.

A nota finaliza reafirmando que tanto a divulgação da grade de atrações semanais e o regramento para realização de eventos nos largos estão disponíveis no site e no Instagram da secretaria.

A Secult informou ainda que está realizando no Pelourinho a 2ª Edição da Festa de Arte e Literatura Negra Infantojuvenil "Arte e Identidade", que acontece desde a última segunda-feira (25) e vai até domingo (1), onde o rapper MV Bill lança seu livro na feira de literatura.

Além da extensa programação com grandes nomes das artes negras que integra o festival literário, os Largos Pedro Archanjo e Tereza Batista terão também apresentações de samba e forró, com regramentos próprios, independentes das apresnetações culturais promovidas pela Secult de forma gratuita.

Confira os serviços gratuitos e os que possuem cobranças dem taxas. 

Festa de Arte e Literatura Negra Infantojuvenil
Quando: 29/04 (sexta-feira), às 09h30
Onde: Largo Quincas Berro D'água
Ingresso: Gratuito

Samba do Trator - "Sexta do Avassalador"
Quando: 29/04 (sexta-feira), às 19h
Onde: Largo Pedro Archanjo
Ingresso: R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia)

Festa de Arte e Literatura Negra Infantojuvenil
Quando: 30/04 (sábado), às 10h
Onde: Largo Quincas Berro D'água
Ingresso: Gratuito

Maria Licce 'No Batuque do Samba'
Quando: 30/04 (sábado), às 20h
Onde: Largo Tereza Batista
Ingresso: Gratuito

Festa de Arte e Literatura Negra Infantojuvenil
Quando: 01/05 (domingo), às 10h
Onde: Largo Quincas Berro D'água
Ingresso: Gratuito

Narcisinho e banda Os Afros
Quando: 01/05 (domingo), às 16h
Onde: Largo Pedro Archanjo
Ingresso: R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia)

Forró Passa Pé
Quando: 01/05 (domingo), às 17h
Onde: Largo Tereza Batista
Ingresso: Gratuito

Siga o BNews no Google Notícias e receba as principais notícias do dia em primeira mão.

Classificação Indicativa: Livre