Geral

Vídeo: Cerimônia formaliza compromisso entre a Bahia e plano nacional de redução de mortes no trânsito

Divulgação

A cerimônia foi realizada na tarde desta quinta-feira (7), no auditório da Secretaria da Segurança Pública (SSP-BA)

Publicado em 07/04/2022, às 18h46    Divulgação    Redação BNews

A Bahia firmou, nesta quinta-feira (7), um compromisso com o novo Plano Nacional de Redução de Mortes e Lesões no Trânsito (Pnatrans), do governo federal. A cerimônia de formalização foi realizada no auditório da Secretaria da Segurança Pública (SSP-BA), em Salvador. O documento reforça o compromisso de reduzir em pelo menos 50% as mortes no trânsito brasileiro dentro de um período de 10 anos.

Assista:

Leia mais:
Fiscalizações e multas de trânsito podem ser aplicadas por videomonitoramento, determina Contran

Ultrapassagem indevida na estrada pode custar multa de quase R$3 mil; veja dicas para evitar infração

O secretário Nacional de Trânsito, Frederico Carneiro, participou do evento que marcou o acordo entre o estado e o plano que foi revisado, aprimorado e publicado em setembro do ano passado. Uma das estratégias do Pnatrans para reduzir o índice de mortos no trânsito é a inclusão de princípios e ações que alinham o país à agenda global de segurança viária.

Em entrevista ao BNews, o presidente da Comissão do Direito do Trânsito, da Ordem dos Advogados do Brasil- seção Bahia (OAB-BA), Danilo Oliveira Costa, falou sobre a importância da formalização do compromisso entre a Bahia e o Pnatrans.

“O evento serviu para ser firmado um pacto pela redução de mortes e lesões no trânsito entre todos os envolvidos e impactados com o trânsito. Educação, saúde, segurança viária, infraestrutura, fiscalização e regulamentação são pilares para o sucesso desse pacto”, afirmou o presidente.

Ainda de acordo com Oliveira, o plano teve adesão de todos os integrantes do Sistema Nacional de Trânsito (SNT). “A OAB, através da sua comissão, assinou o termo de compromisso do Pnatrans e acredita que com essa sinergia e trabalho conjunto poderemos atingir o objetivo do plano dentro da década e assim termos um trânsito mais seguro, para juntos salvarmos vidas no trânsito”, acrescentou o advogado.

Siga o BNews no Google Notícias e receba as principais notícias do dia em primeira mão.

Classificação Indicativa: Livre