Mundo

Coreia do Norte proíbe população de sorrir; entenda

Reprodução

Norte-coreanos passarão 11 dias sem poder sorrir e consumir álcool

Publicado em 19/12/2021, às 12h40    Reprodução    Redação

O líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un, proibiu que a população do país demonstre sinais de felicidade durante os 11 dias de homenagens que marcam o 10º aniversário de morte do ex-ditador Kim Jong-il, pai do atual mandatário.

Entre as restrições para o período impostas pelo governo, estão a proibição explícita de dar risadas e de consumir bebida alcoólica. Inclusive, na data em que a morte de Kim Jong-il completou dez anos, na última sexta-feira (17), os norte-coreanos foram proibidos até de fazer compras.

O ex-ditador governou a Coreia do Norte de 1994 a 2011, quando morreu em decorrência de um ataque cardíaco aos 69 anos de idade.

Tradição antiga

Esboçar um sorriso ou falar alto em público são ações vetadas também durante todo aniversário de morte de Kim Il-sung, o fundador da Coreia do Norte, que é considerado um ‘pai’ por seus cidadãos. Desde 1994, quando os norte-coreanos perderam seu primeiro ditador, no dia 8 de julho é proibido sorrir no país. É proibido também levantar a voz na rua, beber álcool ou dançar por conta do luto nacional.

Siga o BNews no Google Notícias e receba os principais destaques do dia em primeira mão!

Classificação Indicativa: Livre