BNews Nordeste

Crime contra mulher: Paraíba registra mês mais violento neste ano

Agência Brasil

Houve um aumento de 100% no número de casos no mês de abril de 2022 em comparado ao mesmo período do ano passado

Publicado em 23/05/2022, às 08h48 - Atualizado às 08h49    Agência Brasil    Redação BNews

Para as mulheres paraibanas, o mês de abril foi o mais violento desse ano com seis feminicídios registrados. Desde o início do ano, foram dez o número de crime contra mulheres na Paraíba, segundo dados da Secretaria de Estado de Segurança e Defesa Social. Além disso, 11 mulheres foram vítimas de homicídio doloso nesse mês.

Houve um aumento de 100% no número de casos no mês de abril em comparado ao mesmo período do ano passado. Foram três casos em investigação no mesmo mês em 2021 e um aumento de três casos em 2022. Apesar disso, em abril deste ano não houve registro da Polícia Civil de latrocínio ou lesão corporal seguida de morte contra mulheres.

Leia mais:

Após ser deixado em casa com irmãos, bebê de três meses morre em Pernambuco

Mulher morre após ser imprensada por ônibus em grade de plataforma de embarque

Machado tipo 'viking' é encontrado dentro de ônibus no Maranhão

Nesse ano, em janeiro foi registrado um feminicídio que segue em investigação pela Polícia Civil; em fevereiro, foi registrado mais um caso e em março, o número aumentou para dois registros. Já em 2021, um total de 83 mulheres foram mortas, vítimas de crimes letais intencionais, na Paraíba de janeiro a dezembro. Deste total, 30 casos estão sendo investigados como feminicídio. Esse número representa 36% no número de feminicídios com relação aos assassinatos de mulheres, ou seja, uma média de duas mulheres assassinadas a cada mês de 2021 por questões de gênero.

Feminicídio é o assassinato de uma mulher cometido pelo fato dela ser do gênero feminino ou em decorrência de violência doméstica. Ele foi inserido no Código Penal como uma qualificação do crime de homicídio em 2015 e é considerado crime hediondo.

Siga o BNews no Google Notícias e receba os principais destaques do dia em primeira mão!

Classificação Indicativa: Livre