BNews Nordeste

Ceará investiga quatro casos suspeitos da varíola dos macacos

Reprodução/ Freepick

No Estado, os municípios de Fortaleza, Caucaia, Cedro e Caridade possuem casos que seguem em investigação

Publicado em 21/06/2022, às 07h56    Reprodução/ Freepick    Redação

Mais duas notificações de casos suspeitos da Varíola dos Macacos (Monkeypox) foram recebidas pela Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa), até o dia 19 de junho. As vítimas da doença são residentes dos municípios de Caucaia e Fortaleza.

De acordo com o jornal o Povo, até a manhã dessa segunda-feira (20) a Sesa já recebeu seis notificações da doença. Quatro casos, de pacientes residentes em Fortaleza, Caucaia, Cedro e Caridade, estão em investigação e dois foram descartados.

Leia mais:

Criança de 2 anos morre afogada após cair dentro de caixa d'água

Carro em alta velocidade causa acidente e deixa duas pessoas feridas; veja

Ceará registra média de oito assassinatos por dia em 2022

Os pacientes com casos suspeitos e em investigação estão isolados aguardando o resultado laboratorial do material coletado para diagnóstico diferencial para outras doenças. No Brasil, até o último dia 15 de junho, 27 notificações foram registradas. Ao todo, 13 seguem em fase de investigação, nove estão descartadas e cinco foram confirmadas (três em São Paulo, uma no Rio de Janeiro e outra no Rio Grande do Sul)

Conheça os sintomas e como é transmitida a doença:

Como a varíola dos macacos é transmitida?

  • A transmissão entre humanos ocorre principalmente através de grandes gotículas respiratórias;
  • Como as gotículas não podem viajar muito, é necessário um contato pessoal prolongado;
  • A doença pode ainda infectar as pessoas através de fluidos corporais, contato com a lesão ou contato indireto com o material da lesão;

Quais são os principais sintomas da varíola dos macacos?

  •  Período de incubação pode variar de 5 a 21 dias
  • Estágio febril da doença geralmente dura de 1 a 3 dias (febre, dor de cabeça intensa, inchaço dos gânglios linfáticos, dor nas costas, dor muscular e falta de energia)
  • Estágio de erupção cutânea, com duração de 2 a 4 semanas (lesões evoluem de máculas —lesões com base plana - para pápulas - lesões dolorosas firmes elevadas)

Siga o Tiktok do BNews e fique por dentro das novidades.

Classificação Indicativa: Livre