Polícia

Acusado de matar namorada no Rio Vermelho, advogado é afastado de comissão da OAB-BA

Reprodução/Redes Sociais

Publicado em 18/10/2021, às 16h54    Reprodução/Redes Sociais    Pedro Vilas Boas

O advogado criminalista José Luiz de Britto Meira Júnior, acusado de matar a namorada em um apartamento no bairro do Rio Vermelho, foi afastado da Comissão de Direitos e Prerrogativas (CDP) da OAB-BA. A dispensa foi publicada na edição desta segunda-feira (18) do Diário Oficial da entidade.

José Luiz foi preso em flagrante na madrugada do domingo (17) após matar Kesia Stefany da Silva Ribeiro, de 21 anos, com um tiro na cabeça. Ele chegou a levar o corpo da jovem ao Hospital Geral do Estado (HGE), mas ela não resistiu. A defesa do advogado alega que o disparo foi acidental.

Em entrevista ao BNews, o presidente da comissão, Adriano Batista, disse que o afastamento preserva até mesmo o próprio acusado. "O fato dele ser ligado a uma comissão da OAB-BA poderia gerar uma certa desconfiança na família dela, na sociedade. Também existe cobrança de setores da sociedade sobre posicionamento da OAB-BA", admitiu. Batista avisou a José Luiz pessoalmente sobre o afastamento.

Batista lamentou o envolvimento do colega no assassinato. "Muito triste, um colega muito querido pela classe. Não sou amigo pessoal dele, mas, dentro da comissão, sempre foi uma pessoa muito correta e atuante. Por outro lado, a OAB fez uma campanha contra o feminicídio recentemente. Precisamos ter o equilíbrio pra cobrar punição, mas também pra não cometer o pré-julgamento", ressaltou.

Na tarde de hoje, o advogado passou por audiência de custódia realizada e teve a prisão domiciliar concedida.

Matérias Relacionadas

Pai de jovem morta com tiro na cabeça 'previu' crime
Amigo diz que suspeito de matar namorada com tiro na cabeça era "pacífico e dócil"
Irmão de jovem morta afirma que relação com criminalista envolvia traições e agressões: 'sabia que isso iria acontecer uma hora'

Classificação Indicativa: Livre