Polícia

Casal vítima de bomba caseira terá sequelas pelo corpo

Imagem Casal vítima de bomba caseira terá sequelas pelo corpo

Thays e Guilherme poderão ter as funções dos membros superiores comprometidos

Publicado em 18/01/2013, às 12h12        Redação Bocão News (Twitter: @bocaonews)


O casal que foi vítima de um ataque a bomba em Anápolis, jogada dentro do carro, ficará com sequelas nos membros superiores e inferiores, de acordo com Leonardo Rodrigues da Cunha, diretor técnico do Hospital de Queimaduras da Cidade. "Infelizmente, eles apresentarão algum grau de sequela", afirmou ao G1 o médico, que é membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.
Leonardo Rodrigues disse, também que ainda não é possível determinar a gravidade dessas sequelas. Há também a possibilidade de que eles tenham algum comprometimento nas funções dos membros superiores, devido ao grau de queimaduras no braço, antebraço e mãos dos pacientes.
Entenda o caso

Thays e Guilherme ficaram feridos dentro de um carro, quando um homem, de bicicleta, jogou uma bomba de fabricação caseira dentro do veículo. O momento do ataque foi flagrado por câmeras de segurança, no Centro da cidade. O crime ocorreu no dia 5 de janeiro.


Thays Mendes, de 19 anos, e o namorado Guilherme Almeida, de 20, tiveram, respectivamente, 42% e 32% do corpo queimado. Eles continuam internados em estado grave, mas estável, na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do hospital. Segundo o diretor técnico, embora o risco de morte ainda não tenha sido completamente descartado, os dois respondem bem ao tratamento clínico. Ele diz ainda que as feridas de 2º grau, como as do rosto, estão praticamente curadas.

Matéria originalmente publicada às 09h12 do dia 18/01.

Classificação Indicativa: 18 anos