Polícia

Suspeitos de roubar famoso boteco são soltos por “sistema carcerário ser superlotado e precário”

Reprodução/Redes Sociais

No mesmo dia, outro famoso boteco foi assaltado por um grupo

Publicado em 09/04/2022, às 22h08    Reprodução/Redes Sociais    Nilson Marinho

No início desta semana, dois homens armados entraram em uma unidade de uma famosa rede de restaurantes, localizada no bairro do Imbuí, em Salvador. Os suspeitos roubaram clientes e funcionários. Os dois foram presos, mas, logo em seguida, soltos, sob a justificativa de que o “sistema carcerário é superlotado e precário”.

A informação foi confirmada ao BNews pelo delegado Arthur Gallas, diretor do Departamento de Crimes Contra o Patrimônio (DCCP), durante uma coletiva de imprensa na sexta (9). Na ocasião, a autoridade policial apresentou detalhes de uma operação que mira criminosos que utilizam carros clonados e se disfarçam de motoristas por aplicativo para cometer crimes em Salvador e Região Metropolitana.

Segundo o delegado, os homens foram presos cinco vezes nos últimos seis meses por tráfico, roubo e porte ilegal de arma de fogo. Eles chegaram ao estabelecimento com um carro roubado e, na fuga, deram voz de assalto a um outro motorista, que também teve o veículo levado pelos suspeitos.

Leia também:

A última vítima era um motorista por aplicativo. Por sorte, uma testemunha do assalto ligou para polícia e os dois foram presos em flagrante e levados para a Delegacia de Repressão a Furto e Roubo de Veículos, onde foram soltos após uma audiência de custódia, mesmo confessando o crime, ainda de acordo com Gallas.

“É um esforço terrível para prender, um desgaste, mas, no dia seguinte, eles estão na rua, na maior ‘cara dura’. Isso é desestimulante", lamentou o responsável pela DCCP.

 No mesmo dia, uma outra unidade da rede foi alvo de criminosos. Dessa vez, no bairro do Itaigara. Por lá, seis homens foram responsáveis por fazer um ‘arrastão’.

Siga o BNews no Google Notícias e receba as principais notícias do dia em primeira mão.

Classificação Indicativa: Livre