Polícia

PMs envolvidos na morte de empresário em Salvador dizem que estão sendo ameaçados

Reprodução/ Redes Socias

Os PMs foram ameaçados pelo empresário com uma arma falsa durante uma abordagem

Publicado em 03/02/2022, às 12h26    Reprodução/ Redes Socias    Redação BNews

Os PMs envolvidos na morte de um empresário durante uma abordagem policial, em Salvador, dizem que estão sofrendo ameaças pelo filho da vítima. Antônio José Trocoli da Silveira, de 56 anos, foi morto a tiros na Avenida Garibaldi, na noite do dia 15 de dezembro de 2021.

Naquela ocasião, de acordo com a versão policial, Antônio estava agredindo algumas pessoas nas proximidades da Praça Lord Cochrane, quando foi abordado pelos PMs. Ele reagiu a abordagem sacando uma arma falsa e mirando para os agentes. Um dos policiais atirou e matou a vítima.

O advogado, que representa os dois PMs, disse, em entrevista à TV Record Itapoan, nesta quinta-feira (3), que as ameaças também se estenderam aos familiares dos profissionais.

“O que nos preocupa é a possibilidade de ocorrer uma tragédia, o filho do empresário já ameaçou por diversas vezes, inclusive manda mensagens com fotos de arma de fogo, atirando em fotos dos filhos e esposas dos policiais. Sabemos que foi uma fatalidade, eles estavam exercendo suas funções institucionais. Eles foram chamados para atender uma ocorrência onde um homem estava ameaçando outras pessoas com uma arma de fogo”, relatou Dinoemerson.

Os policiais serão ouvidos ainda nesta quinta na Corregedoria da Polícia Militar, no bairro da Pituba.

Siga o BNews no Google Notícias e receba as principais notícias do dia em primeira mão.

Classificação Indicativa: Livre