Polícia

"Serial killer" de animais confessa ter comido órgão de pet e motivo impressiona; veja caso

Foto Ilustrativa/Pixabay

Jovem confessa ter comido órgão de pet e prisão preventiva é decretada

Publicado em 30/03/2022, às 14h05    Foto Ilustrativa/Pixabay    Redação BNews

O jovem de 19 anos, que foi preso suspeito de matar uma série de cachorros em Campos Novos, município de Santa Catarina, confessou à polícia que teria comido a carne de um dos animais que ele teria pego na praça Lauro Müler, local onde os cães ficavam na cidade. Os animais eram cuidados por voluntários da ONG Ajude Nossos Animais (ANA). 

O suspeito, de acordo com o delegado Luis Eduardo Machado Cordova, da Polícia Civil Campos Novos, afirmou que tinha curiosidade em saber o sabor da carne do animal. Além disso, ele havia retirado o coração de um dos cães e guardado em um pote de vidro, que foi encontrado em sua casa. 

Jovem confessa ter comido órgão de pet e prisão preventiva é decretada

Leia Mais:

Adolescente é investigado por suspeita de matar e torturar cachorro em transmissão ao vivo
Acorrentado e ferido, cachorro é resgatado após denúncias de vizinhos em Simões Filho
Homem é levado para delegacia após arremessar cachorro no chão; veja vídeo

Os agentes contaram que no momento da prisão, o jovem teria entrado em uma mata para tentar fugir, mas acabou sendo alcançado. Ainda de acordo com a Polícia Civil, três carcaças de cães foram encontradas pela perícia no local que o investigado confessou ter deixado os corpos.

Em audiência de custódia, o juiz Eduardo Bonnassis Burg, da Vara Criminal da comarca de Campos Novos, determinou que fosse feito um exame de sanidade mental, que será realizado pelos médicos do Hospital de Custódia e Tratamento Psiquiátrico do Estado e o laudo deve ser entregue no prazo máximo de 45 dias.

A prisão em flagrante foi convertida para preventiva, nesta terça-feira (29). 

Segundo a polícia, com a morte de quatro cachorros confessadas e mais um cão machucado que foi encontrado no momento da prisão, o número de vítimas é de pelo menos cinco. Contudo, de acordo com uma das voluntárias da ANA, cerca de 15 cães desapareceram, logo, os agentes não descartam que o número de vítima possa ser bem maior.

Siga o BNews no Google Notícias e receba as principais notícias do dia em primeira mão.

Classificação Indicativa: Livre