Política

AL-BA: insatisfação com movimento do PP pode beneficiar candidatura de Adolfo Menezes

Agência ALBA/Divulgação

Segundo uma fonte do BNews, o deputado Nelson Leal (PP) pode não avançar nos 19 apoios e dar margem para que Adolfo Menezes (PSD) cresça no processo

Publicado em 27/11/2018, às 10h54    Agência ALBA/Divulgação    Guilherme Reis

Além de ter inflamado os ânimos do PT e do PSB, o PP também teria deixado o governador Rui Costa (PT) insatisfeito por ter se antecipado nas articulações pela presidência da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA). Segundo uma fonte do BNews, o deputado Nelson Leal (PP) pode não avançar além dos 19 apoios já conquistados e dar margem para que Adolfo Menezes (PSD) cresça no processo. 

Juntas, as bancadas do PT e do PSD também somam 19 votos, e vencerá o candidato que conquistar o apoio da oposição, atualmente com 18 deputados. 

Além de Leal e Menezes, Alex Lima (PSB) também almeja chefiar o Legislativo baiano. Nesta segunda-feira (26), inclusive, a executiva estadual do PSB emitiu uma nota em que reafirma a candidatura do parlamentar. No entanto, Lima é considerado o postulante “mais fraco” pela fonte, e nos bastidores sua desistência já é dada como certa.

No último dia 19, em reunião com a base, Rui orientou que Rosemberg Pinto (PT) retirasse a candidatura por achar que o PT já está devidamente representado, uma vez que chefia o poder Executivo. Nesta terça-feira (27), o partido anunciou a formação de uma comissão para decidir que caminho seguirá no processo.

Matéria relacionada:
AL-BA: Adolfo Menezes acredita em desistência de um dos candidatos ainda nesta semana

Classificação Indicativa: Livre