Política

Após desembarque do governo, Moro trabalhará como consultor e advogado de um escritório

Reprodução/Agência Brasil

O ex-ministro, e ex-juiz, informou à Comissão de Ética da Presidência da República suas intenções para o futuro

Publicado em 31/05/2020, às 11h49    Reprodução/Agência Brasil    Redação BNews

O ex-ministro da Justiça, e ex-juiz, Sergio Moro informou à Comissão de Ética da Presidência da República que vai trabalhar como consultor e advogado de um escritório. As informações são do colunista do jornal O Globo, Lauro Jardim.

De acordo com a publicação deste domingo (31), ele provavelmente trabalhará na mesma organização para qual trabalha sua esposa, Rosangela. Moro comunicou também que pretende dar aulas e aceitar um convite para ser colunista de uma revista.

Agora cabe ao colegiado avaliar se o ex-ministro poderá exercer estas atividades imediatamente ou - em caso de potencial conflito de interesses - terá de permanecer em "quarentena" por seis meses. Moro não precisou informar à comissão sobre projetos políticos.

Classificação Indicativa: Livre