Política

“Ou é mau-caráter ou quer chantagear a prefeitura”, dispara Paulo Câmara sobre Alden

[“Ou é mau-caráter ou quer chantagear a prefeitura”, dispara Paulo Câmara sobre Alden]
27 de Abril de 2021 às 16:20 Por: Divulgação/Alba Por: Tamirys Machado e Léo Sousa

O deputado estadual Paulo Câmara (PSDB) disparou contra o colega de Assembleia Legislativa Capitão Alden, após o parlamentar do PSL acusar membros da oposição na Alba de receber R$ 1,6 milhão da Prefeitura de Salvador.

Em entrevista ao BNews, Câmara, que integra a oposição, declarou que Alden está sendo "mau-caráter" ou está tentando chantagear a gestão do prefeito Bruno Reis (DEM).

"Primeiro, eu interpreto isso como exibicionismo, de uma pessoa afetada. Segundo, espero que ele, em respeito ao mandato dele, nomine as pessoas, os deputados que ele acusa de receber esses recursos, sob pena de eu achar que ele está sendo ou mau-caráter ou tentando chantagear o prefeito com alguma coisa na prefeitura que deve ter sido negado, ou ele está querendo algo de lá. Porque é inadmissível uma declaração dessa sem denominar", afirmou o deputado.

Nesta terça-feira (27), a bancada de oposição da Assembleia Legislativa anunciou que fará uma representação por quebra de decoro no Conselho de Ética e Decoro Parlamentar contra Capitão Alden, devido às declarações do deputado.

A ação pedirá a cassação do mandato do parlamentar do PSL. A bancada também vai interpelar judicialmente Alden para que ele apresente informações que comprovem as acusações.

 

 

Matérias relacionadas:

"Vai ter que provar para Casa e sociedade", diz presidente da AL-BA sobre acusação de Alden

"Vai ter que provar as besteiras que falou", diz presidente do Conselho de Ética sobre Alden; discussão deverá ser semipresencial

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar